Playlist: Músicas sensacionais para escutar em outubro

Os lançamentos mais quentes, mais incríveis e mais legais do mês - você precisa escutar! :)

 

1. Disclosure e Lorde – “Magnets”

E desde quando a parceria da bombada dupla britânica com a cantora pop neozelandesa tinha como dar errado? Presente no segundo CD do Disclosure, “Caracal”, a música é sucesso e anima qualquer festa, seja de casamento, seja aquela reuniãozinha hipster obscura.

2. Duffy – “Whole Lot of Love””

Saudades dela? Dona do megahit de 2008 “Mercy”, Duffy, após o fracassado segundo CD “Endlessly” (2010), preferiu se manter afastada dos holofotes. Em 2015, com o trauma superado, ela está de volta e pronta para um comeback. “Whole Lot of Love” é um bom (re)começo. Sentimos sua falta, garota!

3. Sia – “Alive”

Sia, além de cantora talentosa, é uma das mais competentes compositoras da indústria musical. É dela, por exemplo, os sucessos “Diamonds”, da Riri, e “Pretty Hurts”, da Beyoncé. E, confiando no seu taco, a australiana escreveu “Alive” para o aguardado álbum novo da Adele (sério, quem não aguenta mais de ansiedade?) 
Infelizmente, a diva das baladas de sofrimento recusou a canção. Em vez de ficar chorando pelos cantos, a voz por trás de “Chandelier” resolveu compartilhar (e ganhar mais alguns milhões, claro) com o mundo a joia pop que tinha nas mãos. Ainda bem!

4. Anitta – “Bang!”

Sério, escute essa música. Sério, veja esse clipe! ❤

5. Ryan Adams – “Bad Blood”

Quando o cantor indie Ryan Adams disse que iria lançar um álbum regravando TODAS as músicas do multiplatinado “1989”, da Taylor Swift, ninguém levou muito a sério… Pois é, o cara não estava brincando, e não decepcionou! Mostrou – mais uma vez – como a loirinha é uma excelente compositora e transformou o CD, cheio de influências oitentistas, em uma grande homenagem a todos com o coração partido. Ele mesmo, na ocasião do lançamento, havia acabado de terminar seu casamento com a atriz Mandy Moore… escute com um lenço ao lado.

6. CHVRCHES – “Leave a Trace””

Mais uma música para quem não superou aquele relacionamento fracassado! Primeiro single do recente “Every Open Eye”, a canção é excelente – assim como o álbum – e segue à risca a fórmula vencedora do primeiro CD, “Bones of What You Believe (2013)”. O combo letra magoada + sintetizadores + sonoridade dos anos 1980 é tão sucesso que fez do grupo um dos mais copiados dos últimos tempos! Taylor Swift que o diga…

7. Rodrigo Ogi – “Trindade Parte 2”

Tudo é bom em “Trindade Parte 2”, a letra, os beats, o clipe… Segundo pedaço de uma trinca de músicas, a canção é o primeiro single do recém-lançado “Rá”, álbum que tem a difícil missão de suceder o incrível “Crônicas de uma Cidade Cinza (2011)”, début do rapper.

8. Sam Smith – “Writing’s on the Wall”

Sam Smith está com medo: será que ele está preparado pra viver esse amor? Vale mesmo arriscar tudo? E os fantasmas do passado tão presentes em “In the Lonely Hour (2014)”, seu bem-sucedido primeiro álbum? Bom, a julgar pela recepção da canção – #1 lugar na parada britânica, feito nunca antes conquistado por nenhuma outra música-tema de “007” -, o risco se pagou e a jogada foi de mestre!

9. HURTS – “Lights”

Apague as luzes e vem com tudo curtir essa delicinha ~levemente~ inspirada na fase “Let’s Dance (1983)” do David Bowie. A mais sexy, diga-se!

10. Ellie Goulding – “On My Mind”

Com um pegada bem diferente de seus outros sucessos, como “Lights” e “Anything Could Happen”, “On My Mind” é a aposta da britânica para bombar seu terceiro CD de estúdio, o “Delirium”, previsto para sair em 16 de novembro. 

11. Nicolas Jaar – “Fight”

AVISO: essa canção experimental é absolutamente o que de melhor a música eletrônica pode nos proporcionar atualmente! Batidas psicodélicas, espertas e uma aura sexy permeiam toda a canção.

12. Erykah Badu – “Hotline Bling” (Cover do Drake)

Diva do R&B, Erykah Badu, aqui, ensina como trasnformar um cover em algo (muito) melhor do que a canção original. FIM. 

13. Fetty Wap – “Jugg”

“Trap Queen” é boa, foi um dos hits do verão norte-americano e tal, mas, sério, “Jugg” deixa o primeiro sucesso do rapper no chinelo! Adicione já na playlist! 

14. Carly Rae Jepsen – “Your Type”

Dona de um dos álbuns mais subestimados de 2015, o ótimo “Emotion”, Carly Rae Jepsen provou ser muito mais do que “aquela garota de ‘Call Me Maybe’“. Pelo contrário, a canadense é bastante talentosa e inteligente o suficiente para escolher nomes como os de Dev Hynes e Ariel Rechtshaid para a produção de seu CD. Com “Your Type”, terceiro single, ela tenta o que ainda não conseguiu nessa fase: um hit. Ela merece! Ela merece!

15. Janet Jackson e Missy Elliott – “BURNITUP”

Se durante toda a sua carreira Janet Jackson fez o possível – e de maneira incrivelmente competente – para soar o mais diferente possível de seu irmão mais famoso, Michael, aos 49 anos a caçula da família Jackson não tem mais esse medo. E, em “Unbreakable”, seu primeiro álbum após uma pausa de sete longos anos, é nítida a inspiração e a assombrosa semelhança da diva com o saudoso astro pop. Escute “Burnitup”, parceria quente da estrela com Missy Elliott, e comprove! 

16. Selena Gomez – “Same Old Love”

Quando cantoras ex-Disney fazem pop de qualidade.

17. Bloc Party – “The Love Within”

Afastados da música há uns bons três anos, eles estão de volta! E anunciaram que o quinto CD de estúdio, “HYMNS”, será lançado já em janeiro. A dançante – e bem boa! – “The Love Within” é o primeiro petisco!

18. Little Simz – “Dead Body”

Azealia Banks, quem? Little Simz é o nome do momento no rap e, enquanto a dona do hit “212” está mais preocupada em brigar no Twitter, ela faz que todo músico deveria fazer: lançar boas canções. Presente em seu primeiro álbum “A Curious Tale of Trials + Persons”, “Dead Body” é INSANA! Pra ficar de olho na britânica!

19. Lana Del Rey – “Music to Watch Boys To”

Lana Del Rey lançou em 2015 o seu álbum mais “Lana Del Rey” de todos, o “Honeymoon”. Com boas letras, muita melancolia e até memes, a cantora que certa vez disse que só queria estar morta, é uma das melhores coisas do pop comercial e não decepciona no seu segundo single, “Music to Watch Boys To”. 

Vem assinar a playlist no Spotify! 🙂

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s