Provas de que valeu a pena esperar 13 anos por “Procurando Dory”

Sim, a peixinha mais esquecida e maravilhosa da Pixar ganhou seu longa - e ele vale cada minutinho!

Já quase não dá mais para conter a ansiedade para a estreia do filme Procurando Dory, a continuação do amado Procurando Nemo, no dia 30 de junho. São só 16 dias para quem esperou 13 anos, mas, depois de assistirmos o longa (antes de todo mundo!), fica difícil dizer que não valeu a pena.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

A peixinha cirurgiã-patela Dory continua tão esquecida quanto no primeiro filme, com uma pequena diferença: as memórias de sua infância começam a pipocar, fazendo-a sentir saudade de sua família. E é aí que ela decide procurá-los, mesmo sem saber direito onde e como eles estão. Por isso prepare-se para dar muuuitas risadas com o bom humor dela, que parece ter ficado ainda melhor!

Reprodução/Disney Studios Reprodução/Disney Studios

Reprodução/Disney Studios (/)

E claro que Nemo e Marlin seguem na trama como os companheiros de aventuras de Dory – apesar de não apoiar todas as loucuras dela. Marlin continua sendo o peixe-palhaço mais sem graça de todo oceano, mas o destaque da família vai para o pequeno Nemo, que é quem decide ir atrás da peixinha azul quando ela é “capturada” em um barco.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

No meio de toda a história – que é absolutamente cheia de reviravoltas e te deixa ansiosa a cada minuto -, Dory faz novos amigos que são tão interessantes quanto os do primeiro filme. As tartarugas ~supimpas~ Crush e Esguicho e o professor Sr. Raia também estão no longa, caso você esteja com saudades. E prepare-se para se apaixonar por Hank (o polvo), Destiny (a tubarão-baleia), Fluke e Leme (os leões-marinhos mais preguiçosos do mundo) e Bailey (o beluga).

Reprodução/Disney Studios Reprodução/Disney Studios

Reprodução/Disney Studios (/)

A maior prova de que esse filme não foi feito para as crianças de hoje em dia (e sim para os jovens adultos que tinham idade suficiente para lembrar de Procurando Nemo) é que tem a voz da Marília Gabriela. SIM, MARÍLIA GABRIELA NO FILME. Apenas lidem com isso.

Reprodução/Disney Studios Reprodução/Disney Studios

Reprodução/Disney Studios (/)

Se tudo isso ainda não bastar, um dos motivos legais para ver o filme é para os fãs da vida marinha. Tudo bem, não é nada legal enfiar peixinhos em um aquário, mas é interessante ver todas as relações que eles têm com o ecossistema e a importância de não interferir nele.

Reprodução/Disney Studios Reprodução/Disney Studios

Reprodução/Disney Studios (/)

Ah, não esqueça de chegar cedinho e pegar o curta da Pixar que vai ganhar seu coração de vez: Piper Descobrindo o Mundo. A pequena borrelho começa a desbravar a vida selvagem na hora de conseguir comida, próxima do mar. Os detalhes são absurdos de lindos (principalmente a água) e a história vai te encantar logo antes do filme começar. Não perca!