Comentários preconceituosos de Rubens Ewald Filho causam revolta

Rubens Ewald Filho não foi muito feliz durante a transmissão do Oscar 2018.

A tradicional transmissão ao vivo do Oscar pelo canal pago TNT, apresentada neste domingo (4) por Domingas Person, causou revolta nas redes sociais por causa de alguns comentários do crítico especializado em cinema Rubens Ewald Filho.

Em primeiro lugar, quando o chileno “Uma Mulher Fantástica” ganhou o troféu de Melhor Filme em Língua Estrangeira, Daniela Vega, atriz transexual e estrela da produção, subiu ao palco ao lado do diretor Sebastián Lelio. Um momento lindo de representatividade trans, certo?

Pois  o comentarista achou pertinente fazer a seguinte colocação: “Essa moça na verdade é um rapaz”. Infeliz, de mau gosto e transfóbico, como muitas pessoas no twitter pontuaram. E sabe o que é pior? Isso aconteceu na mesma semana na qual as pessoas trans conquistaram o importante direito de mudarem o nome no registro civil sem passar por uma cirurgia de redesignação sexual.

Por meio do próprio Twitter – e após diversas reclamações -, a emissora tentou consertar a afirmação do colunista. Menos mau.

Além disso, na era do #MeToo e do #TimesUp, um momento em que Hollywood faz uma necessária reflexão sobre as absurdas desigualdades entre os gêneros e toda a cultura do machismo presente nessa indústria, ele resolveu ironizar a aparência da premiada atriz Frances McDormand, protagonista de “Três Anúncios para um Crime” e uma das indicadas ao prêmio de “Melhor Atriz”. De acordo com Rubens, ela é uma senhora que não é bonita e que deu vexame bêbada no Globo de Ouro. Porque, talvez na concepção dele, é feio mulher que bebe e só beleza importa, não é mesmo?!

Ele também falou mal do trabalho da Saoirse Ronan, que aos 23 anos já foi indicada três vezes ao Oscar. Disse que é uma atriz fraca – e, bem, ele tem todo o direito de não curtir o trabalho dela. De qualquer forma, as pessoas também não ficaram nada felizes.

No próprio Twitter teve quem defendeu Rubens, apontaram a desculpa foi a idade do jornalista (de acordo com a Wikipedia, ele tem 72 anos), mas isso não pode ser usado como pretexto a partir do momento que ele participa de uma transmissão ao vivo para o Brasil inteiro. Duas palavras: responsabilidade e empatia.