Cápsulas naturais que emagrecem

Plantas medicinais, extratos de alga e até uma enzima extraída da batata prometem dar força extra à sua luta pelo corpo enxuto

Cápsulas naturais que emagrecem

Fernanda tomou suplemento vindo
do feijão-branco
Foto: Marcio de Souza/TV Globo

Difícil não cair em tentação quando, nas prateleiras das farmácias de manipulação e lojas especializadas, uma enorme variedade de fórmulas naturais prometem facilitar a vida de quem deseja emagrecer. Tem erva que garante cortar o desejo por doces, pílula que acelera o metabolismo, outra que diminui a fome…

A atriz Fernanda Vasconcellos, por exemplo, recorreu a um suplemento com faseolamina, substância extraída do feijão-branco e que impede a absorção de 15% dos carboidratos, receitado por Alexandre Nascimento, médico ortomolecular carioca.

Apesar de não serem tão eficazes quanto os remédios vendidos sob receita médica (alopáticos), fórmulas naturais são ótimos coadjuvantes no emagrecimento. E ainda têm menos contra-indicações e efeitos colaterais, atesta Daniela Hueb, nutróloga de Bauru (SP).

Cuidados na hora de comprar

Algumas cápsulas são ditas naturais, mas contêm mistura de medicamentos anorexígenos (que tiram a fome), laxantes e até calmantes, capazes de desencadear sérios efeitos colaterais, alerta a endocrinologista Ruth Clapauch, do Rio de Janeiro. Para não cair em ciladas, confira no rótulo a formulação e prefira fabricantes conhecidos. Mas o ideal é que o remédio, mesmo natural, seja prescrito por um médico e feito em farmácia de manipulação.

Quem deve ou não deve usar

Pílulas naturais em geral são vendidas sem prescrição médica. Mesmo assim, consulte um médico ou nutricionista antes de adquiri-las. Só profissionais sabem avaliar seus benefícios e as doses adequadas. Quem está grávida ou amamentando, tem algum problema de saúde ou toma qualquer medicamento inclusive anticoncepcional deve consultar obrigatoriamente um médico. As substâncias das pílulas naturais podem, por exemplo, até anular o efeito de um remédio. E não espere milagres. Para um bom resultado é preciso aliar exercícios e dietas às cápsulas, alerta o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s