Chá de alcachofra acaba com o inchaço e ainda controla a gula

"Sequei 40 kg em 5 meses com o chá de alcachofra. A bebida acaba com o inchaço, com a gula e com o intestino preso! E o melhor: também tem em cápsulas", conta Lorena Yamada

Lorena Maria Cavalcanti Martins Yamada, 26 anos, dona de casa, São Paulo, SP
Foto: Alan Teixeira

“Eu tinha pavor de entalar na catraca do ônibus. Só de pensar nessa cena horrorosa, eu suava frio. Sabia que isso podia acontecer a qualquer momento, pois eu sempre passava com dificuldade. Por isso, comecei a entrar só pela porta de trás. É que, depois de duas gestações, cheguei aos 103 kg e não conseguia mais emagrecer. Achava que minha única saída era a cirurgia bariátrica. Mas eu tinha medo de algo dar errado na operação e meus filhos ficarem sem mãe. Resultado: fui deixando a obesidade e a tristeza tomarem conta da minha vida e me transformei numa mulher amarga e vazia.

A comida era o meu calmante

Sempre tive noção do meu excesso de peso e sempre lutei contra ele. Mas comer me acalmava. Todas as vezes que vivia um momento tenso, como prova na escola ou apresentação em público, atacava a comida. Começou na adolescência e piorou com todas as mudanças que vivi. E não foram poucas. Aos 15 anos, com 58 kg, saí da casa da minha mãe em Pernambuco para morar com minha irmã no Paraná. Ajudava nos cuidados dos meus sobrinhos e estudava para entrar numa boa faculdade. Em três meses, engordei uns 10 kg. Passava o dia em casa, comendo em frente à TV. Aos 17, já com 76 kg, entrei na faculdade e me casei com o Marcelo, o amor da minha vida.

Essas novas mudanças pesaram no meu prato. Sentia tanto pavor de me expor nas apresentações das aulas que comia para controlar o nervosismo. Usava os alimentos como um calmante natural. Meu marido, sempre carinhoso, tentava me alertar, mas segui ganhando peso. Em 2007, com 21 anos e 95 kg, engravidei do Raphael. Incrivelmente, engordei pouco, só 3 kg. Já na segunda gestação, em 2011… Depois do nascimento da Yasmin, estacionei nos 103 kg.

Aí, mudamos para São Paulo e a situação só piorou. Trancada em casa, sozinha, com a obrigação de cuidar dos filhos, do lar e do marido, me afundei na comida. Só no café da manhã, por exemplo, devorava dois pães franceses, dois ovos fritos, três fatias de queijo amarelo, uma xícara de café com muito açúcar, dois pedaços de bolo ou bolachas recheadas. Tudo isso às 9 h da manhã! E ainda beliscava o dia todo e enchia o prato nas refeições principais. No dia a dia, com a correria, nem notava meu peso. Mas bastava ter que sair para me desesperar. Odiava tudo, desde ir ao mercado até a uma festa de casamento. Fugia do espelho e da balança a qualquer custo!

Eu queria muito emagrecer, mas achava que não era capaz, que eu era um caso perdido. Afinal, era muita gordura a perder e pouca disposição para encarar uma dieta e uma academia. Eu acreditava que a solução para mim era a cirurgia bariátrica, mas quem disse que eu tinha coragem?

É amargo, mas emagrece

Até que em setembro do ano passado saí de casa com uma missão ingrata: encontrar uma roupa para levar meus filhos a uma festinha. Estava bem mal-humorada, mas tive uma surpresa: vi uma roupa bonita na vitrine e a peça, manequim 54, me vestiu muito bem. Era uma loja de manequins grandes, mas com cortes jovens, modernos. Emocionada, prometi para mim mesma: “Vou emagrecer para vestir o que eu tiver vontade e me sentir bonita todos os dias. Só depende de mim!”.

Decidi que não ia esperar a segunda-feira para começar minha revolução. Fui para a festinha e comi quatro salgadinhos e um terço do prato de massa. Me controlei na frente dos lanches, docinhos e até do bolo! Em casa, mudei o cardápio e acabei com o sedentarismo. Também passei a fazer 30 minutos de esteira de domingo a domingo na academia do prédio.

Aí, lembrei que na adolescência havia tomado chá de alcachofra para emagrecer e tinha dado resultado. Ele é indicado para combater a gula, a retenção de líquido e o intestino preso. Passei a tomar 600 ml da bebida todos os dias, com adoçante, porque o gosto é meio amargo. E o resultado veio a galope: em exatos quatro meses e 20 dias, sequei 40 kg!”

Chá de alcachofra acaba com o inchaço e ainda controla a gula

Foto: Divulgação

Em chá ou em cápsula, planta é diurética e dá saciedade

A alcachofra é uma planta poderosa: “Rica em vitaminas do complexo B, vitamina A, ferro, cálcio e fósforo, a alcachofra é um diurético potente, bastante indicada para combater a retenção de líquido. Por conter muitas fibras, também melhora o funcionamento do intestino e dá saciedade. A planta ainda atua como antioxidante e contribui para diminuir o colesterol”, explica a nutricionista Roseli Ueno. Se você preferir consumir como chá, use três colheres (sopa) da erva seca para 1 litro de água. A indicação é de três xícaras por dia. “O ideal é preparar e tomar em seguida, pois a bebida amarga rapidamente. Você pode pingar gotas de limão para melhorar o gosto”, recomenda a especialista. Se for consumir em cápsulas, tome duas antes das três principais refeições do dia.

1. Alcachofra, da Herbarium, 45 cápsulas, na Dalissa, R$ 27*
2. Alcachofra, da Pianizza, 30 g, na Homeopatia HN Cristiano, R$ 6,60*
3. Alcachofra, da Chá Mais, 10 sachês, na Naturemix, R$ 2,76*

Cardápio inserido
div#cardapio_wrap div,div#cardapio_wrap span,div#cardapio_wrap div#cardapio_wraph1, div#cardapio_wraph2, div#cardapio_wraph3, div#cardapio_wrap p, div#cardapio_wrap a, div#cardapio_wrap em, div#cardapio_wrap img,
div#cardapio_wrap strong, div#cardapio_wrap b, div#cardapio_wrap u, div#cardapio_wrap i, div#cardapio_wrap center, div#cardapio_wrap table, div#cardapio_wrap tr, div#cardapio_wrap td{margin:0;padding:0;border:0;font-size:100%;font:inherit;vertical-align:baseline;}
body{line-height:1;}
table{border-collapse:collapse;border-spacing:0;}

div#cardapio_wrap{font-family:Arial,sans-serif;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header{background-color:#404042;display:table;height:38px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header span{color:#fff;display:table-cell;font-size:18px;font-weight:bold;vertical-align:middle;}
div#cardapio_table{display:table;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#f6f6f6;display:table-cell;padding-bottom:20px;vertical-align:top;width:205px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{border-left:2px solid #fff;border-right:2px solid #fff;background-color:#eeeeee;margin:0 2px;width:206px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{float:left;width:204px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{color:#000;display:block;font-size:14px;font-weight:bold;letter-spacing:0px;margin:15px 0 11px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.bottom div.cardapio_item h3{margin-top:0;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item p{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;line-height:19px;margin:0 auto;width:90%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h4{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;font-weight:bold;margin:15px auto 0;text-align:left;width:90%;}

@media only screen and (max-width: 620px), only screen and (max-device-width: 620px){
div#cardapio_table,div#cardapio_wrap{width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#fff;display:block;float:left;margin:0 0 3px;padding-bottom:0;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{background-color:#fff;display:block;margin:0 0 3px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle div.cardapio_item{background-color:#eeeeee;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{background-color:#f6f6f6;float:left;padding-bottom:20px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{margin:15px auto 11px;text-align:left;width:90%;}
}

br.clear{clear:both}

O cardápio da Lorena

Café da manhã

· 3 torradas salgadas + 1 fatia de pão integral + 1 colher (sopa) de requeijão light + 2 fatias de peito de peru + 1 banana + 200 ml de café com adoçante

Dica da nutricionista:

Escolha entre 2 torradas integrais ou 1 fatia de pão de forma integral. E acrescente cálcio, como 1 xícara de café com leite semidesnatado ou 1 iogurte.

Lanche da manhã

· 5 biscoitos de água e sal + 2 colheres (sopa) de geleia light + ½ maçã

Dica da nutricionista:

Indico consumir no máximo 3 unidades de biscoito.

Almoço

· 4 colheres (sopa) de arroz + 5 colheres (sopa) de feijão + 250 g de filé de frango grelhado + Salada à vontade + 250 ml de suco de limão gelado e sem açúcar + 1 fruta

Lanche da tarde

· 3 fatias médias de abacaxi

Lanche pós-treino

· 5 unidades de biscoito de maisena + 1 iogurte light

Dica da nutricionista:

Prefira 2 bolachas + 1 castanha- do-pará + 4 amêndoas para aumentar a fonte de antioxidantes pós-treino e diminuir os carboidratos.

Jantar

· 200 g de filé de salmão grelhado + 4 colheres (sopa) de arroz + 5 colheres (sopa) de cenoura + Salada à vontade + 1 pires de brócolis + 250 ml de suco de limão sem açúcar

Dica da nutricionista:

Diminua a quantidade de colheres de arroz para no máximo três. E corte a limonada no jantar para não prejudicar o estômago.

Ceia

· 1 maçã

(Cód. Conteúdo: 744532)

*Preços pesquisados em junho/2013

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s