Chá dos 30 dias: veja como o consumo da bebida pode acelerar o emagrecimento

Com um cardápio exuto e tomando chá mês sim, mês não, Manoela Cristina emagreceu 25 kg. Confira como este método a fez emagrecer.


Manoela Cristina, 24 anos, passou dos 90 kg para os 62 kg.
Foto: Alan Teixeira

 

Sempre adorei dançar sertanejo, mas tive que deixar essa paixão de lado quando cheguei aos 82 kg, em 2009. Era constrangedor: eu não podia dar três passinhos que já ficava morta de tanto transpirar. Isso sem falar que os parceiros tinham que se desdobrar para sustentar o peso do meu corpo enorme. Aí, ninguém mais queria dançar comigo… Mesmo assim, eu não fazia nada para reverter aquela situação. Tive que chegar aos 87 kg para entender que algo estava muito errado. Comecei a notar que minha barriga e minhas costas estavam cheias de dobrinhas. Era um sufoco para fechar o sutiã! E para comprar roupa, então? Isso sem falar daqueles comentários do tipo: “Você é tão legal e bonita de rosto. Só falta emagrecer…”. Tudo isso me deixava muito ferida. Mas foi bom para me acordar. Só assim tomei vergonha na cara e fui correr atrás da minha saúde e da minha felicidade!

 

O chocolate me tranquilizava…

Durante toda a minha vida, nunca tive hábitos alimentares muito saudáveis. E a coisa piorou quando entrei na faculdade e consegui emprego em um banco, em 2009. No café da manhã, devorava pães de queijo e croissants. Comia chocolate durante todo o expediente, pois isso me tranquilizava das pressões do trabalho. Quando saía do banco, comia um lanche no caminho para a faculdade. No intervalo entre as aulas, era uma comilança: hot dog, hambúrguer de fast food, refrigerante… Quando chegava em casa, lá pelas 23 h, me entupia de pão, bolacha recheada, massa… Resultado: quase bati na casa dos 90 kg!

De tanto ouvir críticas, me ver feia no espelho e ter de abrir mão de muitos prazeres da vida, percebi, em novembro de 2011, que não podia mais viver daquele jeito. E minha mudança começou naquela mesma hora. De um dia para o outro, cortei todos os excessos: fast food, chocolate, refrigerante, fritura…

Pesquisei na internet e em revistas e montei um cardápio com muita fruta, nenhum carboidrato à noite e alimentos integrais. Além disso, adotei um chá emagrecedor (veja quadro na página ao lado) que deixou meu intestino reguladinho, me desinchou, desintoxicou o meu corpo e acelerou meu metabolismo. Só que tinha um segredinho: tomava o chá todos os dias em um mês e, no mês seguinte, interrompia o uso. A ideia era que o metabolismo do corpo não se acostumasse à bebida.

 

Usei salto pela primeira vez

Além de mudar a alimentação, decidi gastar o único tempo que tinha disponível durante a semana, no final da tarde após o trabalho, para ir à academia e fazer exercícios aeróbicos. No segundo mês de dieta, minha mãe e as pessoas do meu convívio já começaram a notar que eu estava perdendo peso. Mas só percebi a diferença depois do oitavo mês de reeducação alimentar. Nesse período, comecei a fazer musculação. Meu objetivo era ter um corpo tipo violão de 57 kg, pernas grossas e cintura afinada, sem aquelas dobrinhas que me faziam ter vontade de morrer.

Nesses dois anos e dois meses de batalha, comecei a fazer aos poucos coisas que nunca havia conseguido. Foram pequenas conquistas: a primeira delas foi usar salto, vestido e roupa apertada. Depois voltei a dançar sertanejo todo sábado, linda e sem ficar ofegante por causa de dois passos!

Atualmente, estou na marca dos 62 kg, boa parte porque a musculação me deu um bom índice de massa magra, e massa magra pesa. Aos poucos, sei que chegarei à minha meta de 57 kg. Estou no melhor momento da minha relação com o espelho e não pretendo voltar atrás. Me sinto bem comigo mesma e não ouço mais comentários sobre meu excesso de peso. Agora sou bonita por inteiro!

Cardápio inserido
div#cardapio_wrap div,div#cardapio_wrap span,div#cardapio_wrap div#cardapio_wraph1, div#cardapio_wraph2, div#cardapio_wraph3, div#cardapio_wrap p, div#cardapio_wrap a, div#cardapio_wrap em, div#cardapio_wrap img,
div#cardapio_wrap strong, div#cardapio_wrap b, div#cardapio_wrap u, div#cardapio_wrap i, div#cardapio_wrap center, div#cardapio_wrap table, div#cardapio_wrap tr, div#cardapio_wrap td{margin:0;padding:0;border:0;font-size:100%;font:inherit;vertical-align:baseline;}
body{line-height:1;}
table{border-collapse:collapse;border-spacing:0;}

div#cardapio_wrap{font-family:Arial,sans-serif;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header{background-color:#404042;display:table;height:38px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header span{color:#fff;display:table-cell;font-size:18px;font-weight:bold;vertical-align:middle;}
div#cardapio_table{display:table;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#f6f6f6;display:table-cell;padding-bottom:20px;vertical-align:top;width:205px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{border-left:2px solid #fff;border-right:2px solid #fff;background-color:#eeeeee;margin:0 2px;width:206px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{float:left;width:204px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{color:#000;display:block;font-size:14px;font-weight:bold;letter-spacing:0px;margin:15px 0 11px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.bottom div.cardapio_item h3{margin-top:0;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item p{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;line-height:19px;margin:0 auto;width:90%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h4{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;font-weight:bold;margin:15px auto 0;text-align:left;width:90%;}

@media only screen and (max-width: 620px), only screen and (max-device-width: 620px){
div#cardapio_table,div#cardapio_wrap{width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#fff;display:block;float:left;margin:0 0 3px;padding-bottom:0;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{background-color:#fff;display:block;margin:0 0 3px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle div.cardapio_item{background-color:#eeeeee;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{background-color:#f6f6f6;float:left;padding-bottom:20px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{margin:15px auto 11px;text-align:left;width:90%;}
}

br.clear{clear:both}

O cardápio de Manoela

Café da manhã

1 copo de iogurte + 2 fatias de pão integral light +1 fatia de peito de peru

Lanche da manhã

1 maçã

Almoço

1 porção de carne branca grelhada + 1 colher (sopa) de arroz integral + 1 colher (sopa) de feijão + salada de alface, tomate, cenoura e pepino

Dica da nutricionista:

Na salada, prefira os vegetais verde-escuros.

Lanche da tarde

1 porção de fruta (melão, mamão ou ameixa)

Jantar

1 pote de iogurte grego light + 1 barrinha de cereais integrais

Dica da nutricionista:

O jantar está pobre em nutrientes. Sugiro substituir por um prato com salada crua, legumes cozidos, uma porção de carboidrato integral e carne branca.

Ceia

1 fatia de peito de peru + 1 copo de chá emagrecedor

Dica da nutricionista:

Evite o peito de peru à noite e prefira consumir o chá emagrecedor de manhã ou até o meio da tarde para que eles não atrapalhem o ciclo do sono.

(Cód. Conteúdo: 777223)

Faça intervalos no uso de chás

Não é novidade nenhuma que certos chás, quando associados a um cardápio balanceado de reeducação alimentar, são capazes de acelerar o emagrecimento. O que pouca gente sabe é que o uso contínuo e excessivo de determinado chá emagrecedor pode gerar um efeito de “acomodação” no organismo. Segundo a nutricionista clínica Anita Viecelli Konratsso, isso acontece porque o corpo tem tendência a se acostumar com os nutrientes daquela erva. Quando você varia o chá, o corpo responde melhor aos estímulos. “Durante a reeducação alimentar, a necessidade do organismo vai mudando. Por isso, o período de alternância de 30 dias é bastante recomendável”, conclui a especialista. A nutricionista funcional Mariana Duro também aprova a estratégia: “Quando interrompemos o uso de uma erva por 30 dias, o organismo tem tempo para se ‘desacostumar’ com o princípio ativo dela”. Para aperfeiçoar o processo, Mariana recomenda incluir outro chá emagrecedor nesse descanso de 30 dias: “Assim, a pessoa nunca fica sem tomar chá e o organismo fica sempre estimulado a emagrecer”.

 

O chá que ajudou a secar 25 kg

Manoela consumiu o chá de boldo com sene, que funcionou bem para o seu caso específico, mas, segundo nutricionistas consultados pela reportagem, pode ter efeitos desagradáveis em muitos pacientes. Portanto, não é dos mais recomendáveis para o uso geral. Dá para seguir o mesmo esquema de alternância de 30 dias utilizado pela Manoela com chás emagrecedores mais seguros:

Chá verde e branco: acelera o metabolismo e reduz o colesterol

Chá de Carqueja: reduz a gordura abdominal e protege o fígado

Chá de Gengibre: estimula o metabolismo e tem ação anti-inflamatória

Chá de laranja amarga: é digestivo e diurético e ajuda na queima de gordura

 

Cuidados ao consumir os chás:

· Não se deve tomar mais que 1 litro de chá por dia!

· O melhor é consumir os chás mornos ou frios, nunca quentes ou gelados.

· Prefira tomar de manhã, no Início da tarde ou antes do exercício físico

· O ideal é procurar um especialista antes de usar os chás, especialmente se você tem algum problema de saúde.