Sem dúvidas: saiba como escolher a barrinha de cereal mais saudável

A nutricionista Mariana Ferri d'Ávila, de São José dos Campos, em São Paulo, esclarece mitos e verdades do snack.

1. As barrinhas de cereal podem ser consumidas no pré e pós-treino?

Se tiverem pouco açúcar e alto teor de fibras, elas podem ser uma boa opção para pré-treino. Mas é preciso ficar atenta à quantidade de nutrientes presentes em cada barrinha. Dependendo da intensidade e da duração do exercício, o snack pode ser insuficiente para fornecer energia e causar redução de desempenho e perda de massa muscular. Dispense-o no pós-treino, pois as fibras podem retardar a absorção de proteína e glicose de outros alimentos consumidos depois da malhação.

2. Quantas unidades de barrinhas de cereal podem ser consumidas por dia?

Em média, uma unidade é o suficiente. Mas este número é variável. Somente um nutricionista poderá indicar a quantidade ideal de acordo com o biótipo, a rotina e os hábitos de cada um.

3. Quais ingredientes devem estar presentes na composição das barrinhas?

Em primeiro lugar, fique atenta ao teor de fibras. Independente do valor calórico, as boas barrinhas possuem mais de 2,5 gramas de fibra por unidade. Dê preferência às orgânicas com selo de autenticidade, que têm boa procedência e são livres de agrotóxicos. Caso não seja possível, dispense os snacks que tenham em sua composição:

  • Xarope de glicose;
  • Gordura de palma e óleos de milho e soja;
  • Muitos conservantes, como antiumectantes, estabilizantes, corantes e aromatizantes. Quanto mais natural, melhor.
  • Açúcar e maltodextrina combinados. Essas barrinhas são vendidas como alimentos saudáveis, mas têm tanto açúcar quanto um doce.
  • Chocolate. Geralmente, snacks com cobertura têm alto teor de gordura vegetal, açúcar, emulsificantes e leite em pó.

4. Por causa da alta quantidade de fibras, as barrinhas de cereal podem ajudar a regular o intestino?

A maior parte das barrinhas presentes no mercado tem baixo teor de fibra (1 g por unidade) e não ajuda a regular o intestino, visto que a necessidade diária do nutriente para um adulto é de 25 g. Opte por frutas ou aveia: 1 mamão papaia pequeno tem 3,5 g de fibras, 5 ameixas pretas secas têm 3 g, 1 pera tem 4,2 g e 2 colheres de sopa de farelo de aveia têm 6 g de fibra.