13 motivos para você parar de se importar com a opinião dos outros

Procurando aqui quem foi que perguntou mesmo?

 

1. Ninguém sabe o que você já passou

Como você gosta do seu Nescau, seus sofrimentos, dores, experiências, alegrias… Então, quem são eles para te julgarem sem te conhecer? 😉

2. Não estão pagando as suas contas

Se quiser te passo os dados para começar a fazer o depósito de “quem perguntou”.

3. Eles provavelmente são mais inseguros que você

Essa é uma forma de “se sentir melhor” (que é horrível, na verdade), ridicularizando, diminuindo ou humilhando outros. Apenas pare.

4. Isso suga sua energia

Dificilmente as pessoas estarão falando sobre você o tempo todo, como está na sua cabeça. Ou até mesmo em qualquer momento. Por isso não vale a pena gastar suas forças contabilizadas em algo que não tem retorno positivo algum.

5. Você NUNCA vai conseguir agradar a todos

Reprodução/Tumblr/@revirou Reprodução/Tumblr/@revirou

Reprodução/Tumblr/@revirou (/)

Sempre vai ter alguém que acha seu trabalho mediano, suas roupas estranhas, seu cabelo diferente, sua sexualidade “fora da caixinha”, seus modos grosseiros… É uma lista muito grande de pré-requisitos para ser você e agradar todo mundo, viu?

5. Geralmente, as pessoas se importam bem mais com elas

Reprodução/Tumblr/@senhoradoshorrores Reprodução/Tumblr/@senhoradoshorrores

Reprodução/Tumblr/@senhoradoshorrores (/)

Por mais curioso que seja, o ser humano tem uma tendência a ser egoísta e egocêntrico. Pensa bem: quando você conversa com gentes por aí, normalmente elas estão mais dispostas a falar sobre a própria vida do que saber da sua ou de outrem, não é? Elas não se importam tanto assim com você, na verdade cool

6. Você não deve nada a ninguém

Reprodução/Twitter Reprodução/Twitter

Reprodução/Twitter (/)

Não existe a menor necessidade de se justificar ou explicar de maneira alguma para quem não merece que você gaste seu latim. Exceto aquela fatura do cartão de crédito, rs.

7. Nem tudo que você ouve é útil

Claro que você precisa estar aberta a críticas construtivas e conselhos sobre a sua imagem – até porque seria um tanto quanto constrangedor aparecer pelada no trabalho, só usando chinelos simplesmente porque você não se importa-, mas dê uma boa filtrada em tudo que ouvir. Só você se conhece o suficiente para saber se aquilo é verdade ou não. E se não for, descarte da sua mente.

8. Atrapalha o seu sono

Até que é gostosinho ficar pensando na impressão que você causou no seu crush na festa, se seu(sua) chefe gostou daquela dica que você deu na reunião ou se você estava arrasando no look hoje. Mas nada de virar a noite se preocupando com isso, pfvr.

9. Limita sua criatividade

Usar uma peça de roupa maluca, partir para um lugar desconhecido ou apostar em alguém que você não sabe nada sobre: tudo isso fica bem limitado quando se tem opiniões alheias te dizendo o que fazer/não fazer. Vai ser feliz, amiga!

10. Esconder-se atrás de uma tela é muito fácil

Comentários negativos, gente te criticando e o pior: nenhuma delas diz nada disso na sua cara. Apesar de ter muitas vantagens, a internet também traz uma o problema das críticas contra tudo e todos que podem ser bem cruéis. Mas claro que é mil vezes melhor dizer “o que você pensa” sem estar cara a cara com a pessoa.

11. Você também não vai julgar os outros

Afinal de contas, nada disso importa! Por que perder tempo criando ideias malucas sobre quem você não sabe nem o nome? Como isso mudaria a sua vida mesmo?

12. Melhora a sua autoestima

Reprodução/Tumblr Reprodução/Tumblr

Reprodução/Tumblr (/)

Quanto menos ouvidos você der para o mundo, menos vai afetar sua segurança emocional. E quando se está bem consigo mesma, isso transparece para o mundo e ele te retribuiu em dobro ❤

13. Tudo que é diferente incomoda – e muito

Reprodução/Tumblr Reprodução/Tumblr

Reprodução/Tumblr (/)

Desde os menores detalhes até grandes mudanças, o mundo nem sempre está preparado para receber algo que é novo, diferente. Bom, temos uma novidade quentíssima: todo mundo é ímpar. Pois é, acostumem-se.

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆