14 mulheres incríveis para ficar de olho em 2016

Elas são f*da e PRECISAM ser reconhecidas.

Algumas são conhecidas, outras estão dando seus primeiros passos, mas TODAS, TODAS são incríveis, fazem a diferença e merecem que um monte de gente descubra seus trabalhos. Vem! 🙂

1. Maju Silva

Reprodução/ Instagram Reprodução/ Instagram

Reprodução/ Instagram (/)

A dona desses cachos incríveis (e naturais!) aí em cima é a Maju Silva. Youtubber, ela, por meio do seus vídeos, ajuda muitas minas a assumir seus fios naturais e não tem medo de se posicionar quando o assunto é racismo. Empoderamento puro, né? Para 2016, virou repórter da Rede Globo e foi confimada num quadro novo do Vídeo Show, o Belíssima, no qual ensina penteados para outras garotas. Brilha muito!

2. Karol Conka

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Aos 29 anos, a curitibana Karol Conka é conhecida das leitoras do MdeMulher. Dona do megahit “Tombei”, sucesso do ano passado, e vencedora da categoria revelação na última edição do Prêmio Multishow, ela se prepara para em 2016 lançar seu segundo álbum. O novo single “É o Poder”, por exemplo, já é sucesso nas pistas de dança. Quer mais? A gata é militante feminista e tem zero papas na língua. A gente torce!

3. Mayra Aguiar

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Uma das esperanças de medalha para o Brasil nas Olimpíadas, Mayra Aguiar, de 24 anos, arrasa no judô! Recentemente, competindo na categoria até 78kg, levou o ouro no torneio Grand Slam de Paris. Melhor: venceu sua maior rival, a norte-americana Kayla Harrison, para quem perdeu na final dos Jogos Pan-Americanos de 2015. Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a campeã mundial tem tudo para dar muito mais alegrias para o país – torcida não falta!

4. Bruna Waitman

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Bruna Waitman é uma empreendedora daquelas! Aos 26 anos, ao lado do sócio Alexandre Sayad, ela é dona do Media Education Lab, empresa social que quer transformar o mundo por meio da educação. “A gente promove em escolas de todo o Brasil, tanto públicas quanto privadas, cursos que estimulam os alunos a criarem e produzirem projetos que impactam o meio onde vivem. Pode ser um aplicativo, um game… A ideia é que esse estudante se sinta parte de algo, tenha a sensação de protagonista mesmo”, explica ela. Vai longe.

5. Stephanie Ribeiro

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Ativista feminista negra, Stephanie Ribeiro, de 22 anos, é o que podemos chamar de porreta. Estudante de arquitetura na PUC Campinas, ela recebeu no ano passado da Assembleia Legislativa de São Paulo a Medalha Theodosina Ribeiro, que homenageou seu ativismo em prol das mulheres negras. É uma das principais vozes do movimento nas redes socias. Sempre coerente e colocando a dedo na ferida, merece MUITO ser ouvida. 

6. Catharina Dória

Reprodução/ Instagram Reprodução/ Instagram

Reprodução/ Instagram (/)

O que você estava fazendo aos 17 anos? Bem, a paulistana Catharina Dória criou o aplicativo “Sai Pra Lá”, que, com ajuda das usuárias, mapeia casos de assédios nas ruas do Brasil. Foi sucesso imediato: em menos de dois dias de atividade, o app alcançou mais de 12 mil fãs no Facebook e cerca de 2 mil cadastros. Hoje, mais de 30 mil pessoas já curtem a página do incrível projeto. O céu é o limite.

Leia Mais: 11 mentiras batidas sobre feminismo que precisam parar de ser repetidas

7. Elisângela Lima

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Dona da página do Facebook “Dicionário Subversivo”, a ativista negra Elisângela Lima, de 22 anos, se dedica a desconstruir o senso comum e ditados populares de origem racista. Ah, ela toca também o incrível Tumblr “De Pele e Alma Preta”. Vale muito acompanhar os passos e as opiniões dessa mina. Ela, sim, uma legítima influencer.

8. MC Carol

Reprodução/ Facebook/ Marcella Zamith Reprodução/ Facebook/ Marcella Zamith

Reprodução/ Facebook/ Marcella Zamith (/)

Por causa do reality show “Lucky Ladies”, do canal fechado Fox Life, um público maior pode conhecer (e se apaixonar por ela! ) MC Carol. Nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, a funkeira de 22 anos em pouco tempo, além de ganhar para si o protagonismo da atração, virou queridinha das redes sociais. Feminista, gorda (sem nenhuma vergonha de seu corpo), ela também não tem medo de tocar no tema do racismo em suas músicas. A canção “Não Foi Cabral”, por exemplo, que questiona a noção de ‘descobrimento do Brasil’, é um soco no estômago. You go, girl!

9. Sofia Favero Ricardo

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Sofia Favero Ricardo é f*da! Dona da página do Facebook “Travesti Reflexiva”, ela luta diariamente contra a transfobia, o preconceito e discursos de ódio. Na rede, já acumula quase 200 mil curtidas. Nascida em Sergipe, a estudante também leva o ativismo virtual para rua e participa da AMOSERTRANS (Associação e Movimento Sergipano de Transexuais e Travestis). Não pare com a sua luta, garota! 

Leia Mais: 7 mitos sobre pessoas transexuais e travestis que precisam ser combatidos

10. Natália Fava

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

A Natalia Fava, 30, ao lado da Vivian Vianna, criou o Atena Haus, uma plataforma de cursos online voltados para mulheres. A gente explica: pelo valor de R$ 29,90 por mês as usuárias podem acessar absolutamente qualquer conteúdo do site, sejam cursos propriamente ditos no formato de aulas em vídeo, sejam palestras de mulheres inspiradoras. Dentre os temas estão e-commerce, marketing digital, produção de eventos, programação e tecnologia, produção de vídeos, entre outros. A ideia é incentivar o protagonismo feminino nas mais diversas áreas. Tem tudo para explodir.

11. Sayuri Magnabosco

Reprodução/ Facebook Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook (/)

Não é exagero dizer: aos 16 anos, Sayuri Magnabosco teve uma ideia genial! A paranaense, a partir do bagaço da cana-de-açúcar, criou uma embalagem biodegradável, uma substituição para as tradicionais bandejas de isopor, que demoram no mínimo 100 anos para se decompor. Resultado? Levou diversos prêmios, entre eles foi finalista na Olimpíada de Gênios, realizada em Nova York, além de ter ganho uma bolsa para estudar nos Estados Unidos. #Orgulho

12. Juliana Romano

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

A blogueira Ju Romano, 26, é parceira no MdeMulher: tanto na rede de blogs, quanto no vlog “A Gorda e o Gay” e, ah, ela também já foi repórter do portal. Mas não é por isso que ela está nesta lista, não, é por que a mina representa mesmo! No ano passado, por exemplo, foi capa (nua) da revista ELLE, além de ser uma das mais importantes ativistas do movimento plus size no Brasil. 2016 vai ser luminoso para ela! 

13. Marina Nery

Reprodução/ Instagram Reprodução/ Instagram

Reprodução/ Instagram (/)

Top de fama internacional, a soteropolitana Marina Nery, 21, por incrível que pareça, é pouco conhecida no Brasil. Não mais. A partir de março ela estará em “Velho Chico”, próxima novela das 9 da Rede Globo. Ah, quer mais? A personagem dela, a Leonor, vai “pegar” o Rodrigo Santoro. Sucesso à vista!

14. Tássia Reis

Reprodução/ Facebook/ Larissa Isis Reprodução/ Facebook/ Larissa Isis

Reprodução/ Facebook/ Larissa Isis (/)

Aos 26 anos, Tássia Reis é rapper, cantora, compositora e uma das promessas do hip hop nacional. Natural de Jacareí, interior de São Paulo, ela não tem medo de tocar em temas como racismo e feminismo. Pelo contrário, é por meio de suas canções que ela empodera muitas meninas a abraçar a cor negra e, principalmente, a sororidade. Lançou no ano passado um EP independente e, mais recentemente, a faixa “Desapegada”. Tem tudo para, em 2016, estourar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s