20 conselhos das mulheres de 30 anos para as amigas de 20 e poucos

Uma década pode te trazer muitos conhecimentos diferentes

 

1. Não seja tão ansiosa

Quando se tem seus 20 e poucos anos, é comum contar os segundos para se tornar independente. A pressa de fazer e acontecer rege esse momento da sua vida, mas é preciso ter calma e pesar suas decisões para o futuro.

“É preciso ter paciência. Quando se tem menos que 30, parece que as coisas precisam acontecer na mesma hora! Pense mais e pondere suas decisões: isso te trará melhores resultados”.

Fabíola Pedroso, 30 anos, jornalista

2. Aproveite mais a sua família

É dificil se dividir na correria da vida entre amigos, amores e família, mas dê um jeitinho de encaixá-los na sua agenda. Combine um almoço com seus pais, chame seus irmãos para um cinema ou faça algo na sua casa.

“Cuide bem de seus irmãos. Não é só um clichê: com certeza eles sempre estarão ao seu lado prontos para qualquer situação.”

Juliana Kimura, 37 anos, odontopediatra e professora universitária

“Valorize mais o tempo com a família. Quando você tiver 30 ou mais, esses programas serão cada vez mais escassos, já que cada um provavelmente vai ter sua própria família e seus pais cada vez menos pique de fazer coisas ao ar livre ou passeios mais longos.”

Fabíola Pedroso, 30 anos, jornalista

3. Viaje MUITO!

Mesmo que a grana esteja curta, aproveite para conhecer lugares e pessoas diferentes. Com o passar dos anos, você vai ficar pensando onde poderia ter ido, ou no que poderia ter feito enquanto tinha tempo/pique.

“Viaje para aquele lugar incrível e inusitado, conheça lugares e pessoas diferentes. Essas serão lembranças para a vida toda e talvez até pessoas que terão laços eternos com você. As suas viagens nunca mais serão iguais e com os mesmo objetivos (ou até sem objetivos).”

Fabíola Pedroso, 30 anos, jornalista

4. Pratique atividades físicas

Enquanto ainda há tempo, descubra uma atividade que te dê prazer e sirva para manter a forma e a saúde em dia!

“Pelo amor do que você acredita: faça atividade física regularmente! Encontre uma atividade prazerosa e faça dela um hábito, tanto pra manter a forma quanto pra saúde e lazer.”

Kemily Marques, 30 anos, publicitária

“Fazer um esporte seja qual for! Para mim esse é um dos fatores mais importantes: fortalecer os músculos e os ossos vai ter grande importância no futuro.”

Ileine Machado, 38 anos, designer

5. Preste atenção ao seu corpo

Aquela história de que tudo vai ficando mais devagar quando você envelhece é bem real. Preste atenção nos conselhos das amigas e fuja dos problemas futuros com atitudes no presente.

“O corpo muda um pouco, o metabolismo fica mais lento, é mais difícil perder peso e coisas que nunca doeram começam a doer.”

Tatiana Vitta, 34 anos, jornalista

6. Aceite-se e cuide de você mesma

Sim, você pode começar a se amar desde já. Quanto menos ficar encanada com a sua aparência ou com o que os outros acham, melhor a sua vida vai se tornar. Faça as coisas por você!

“Aprendi a me valorizar e aceitar que nunca vou ser magra, mas aprendi a ter bons hábitos. Correr, por exemplo, é bom e ajuda, porque realmente o metabolismo cada ano anda mais lento e no futuro seu corpo vai agradecer.”

Ana Carolina Balli, 33 anos, jornalista

7. Faça sexo

Parece besteira, mas se preocupar com o que os outros vão pensar realmente não importa. O prazer é seu – e você precisa aproveitar!

“Transe! Aos 20 anos você pode ser tão puritana… Sexo é tão bom! Transe por prazer mesmo.”

Kemily Marques, 30 anos, publicitária

“Hoje vejo que toda a preocupação que eu tinha antes, sobre o que iam pensar, o que eu deveria ou não deveria fazer, eram à toa. O conselho que realmente dou às amigas mais novas é para não encanarem e serem felizes. O que elas fazem entre 4 paredes é da conta delas e de quem estiver com elas.”

Luana Navarro, 31 anos, advogada

8. Não tenha medo de recomeçar

Se desse para colocar uma frase na vida seria recomeçar, quantas vezes for preciso.

Kemily Marques, 30 anos, publicitária

“Em resumo, aproveitem a vida e não tenham medo de desafios, nunca. Com o tempo, as coisas sempre se encaixam. E vocês podem sim errar, porque nunca é tarde pra começar de novo, basta querer.”

Luana Navarro, 31 anos, advogada

9. Cuide (muito!) bem da sua pele

O protetor solar é unanimidade para qualquer mulher: se começar com os 20 anos, você evita problemas mais chatos (e caros!) quando chegar aos 30.

“Passe muito creme na área dos olhos, muito mesmo. Aprenda a usar protetor solar. Me importo hoje até com a maquiagem que uso: base com filtro solar é o básico.”

Ana Carolina Balli, 33 anos, assessora de imprensa

10. Tenha um mínimo de planejamento financeiro

Todo mundo sabe que essa fase é realmente complicada e você vai viver contando os trocados, mas também não dá para ser tão apertado assim, né?

“Tem aquela coisa que aos 20 você não precisa se preocupar com o futuro e guardar grana, por exemplo. Eu sempre tive a preocupação de guardar, ter previdência privada e tudo mais. Esse é o tipo de coisa que você tem que começar aos 20.”

Tatiana Vitta, 34 anos, jornalista

11. Dinheiro x trabalho

No começo da vida adulta, aos 20 e tantos, a prioridade pode até ser ganhar uma grana, mas aí é preciso prestar atenção ao trabalho que você está fazendo. Se a qualidade de vida for a preferência, cuidado para não torrar todo seu salário em festas!

“Controle seu salário, faça economias, saiba onde gastou. Assim você vai evitar a sensação de que tem um trabalho escravo. E não faça uma faculdade para ganhar dinheiro. Faça o que você gosta. É sério!”

Patrícia Santos, 31 anos, educadora

12. Não crie planos mirabolantes

Se tivesse como me dar um conselho, diria pra não me preocupar tanto, que nada do que eu queria aconteceu. Mas aconteceram tantas outras coisas legais que valeram a pena.

Tatiana Vitta, 34 anos, jornalista

13. Apaixone-se mil vezes

Porque existe amor em cada esquina, oras!

“Não há problema nenhum em se apaixonar perdidamente. A melhor época para fazer isso é agora. Porque se for pra toda vida, haverá muito amor. Se for por agora, haverá toda vida pra se recuperar!”

Patrícia Santos, 31 anos, educadora

14. Ou invista em um relacionamento duradouro

“Estando em um bem longo (mais de oito anos), eu amadureci muito, aprendi a respeitar o espaço do outro, fiquei mais segura e o mais importante: percebi que quero ser feliz com alguém, não deixar que minha felicidade dependa de alguém. Era isso que faltava pra ter um relacionamento mais adulto.”

Luana Navarro, 31 anos, advogada

15. Se precisar de ajuda, procure.

Nessa década da sua vida tantas coisas acontecem, mudanças, passagens de uma fase para outra, que tudo bem contar com uma terapia para colocar as ideias no lugar!

“Se você não se acha emocionalmente equilibrada, procure um psicólogo. Não há mal nenhum nisso. Isso não é fraqueza.”

Patrícia Santos, 31 anos, educadora

16. Não se acomode

Não deixe a obrigação de pagar as contas ou a falta de organização de tempo te deixarem na mesma rotina de sempre: procure cursos, faça viagens, aprenda um novo idioma ou faça aulas de dança. Seja o que for, mantenha-se em movimento!

“Aprenda uma nova atividade sempre que der. Isso vai te manter motivada!”

Juliana Kimura, 37 anos, odontopediatra e professora universitária

17. Sempre dá para mudar de ideia

Na sua vida, nenhuma decisão é permanente. Nem aos 20, nem aos 30, 40, muito menos aos 60. Pode ser que seja um recomeço um pouco mais difícil do que seria para alguém mais novo, porém, mudanças são muito bem-vindas!

“Eu estava perdida e recém-formada em Relações Internacionais, sem emprego na aérea e dando aula de inglês (ganhando pouco). Então passei para advogada formada há três anos e investindo na carreira de escritora de ficção. A lição que tirei disso é que nunca é tarde pra seguir um sonho e começar uma carreira.”

Luana Navarro, 31 anos, advogada

18. Sério, não se preocupe com os outros

Ninguém está notando o que você faz, de verdade. Cinco minutos depois as pessoas se esquecem. Importe-se menos e ria mais!

Patrícia Santos, 31 anos, educadora

“Pare de verdade de pensar no que os outros falam, viva sem medo de verdade.”

Ana Carolina Balli, 33 anos, assessora de imprensa

19. Mantenha as suas amizades

Ao longo da sua vida, muitos amigos irão e virão. Saiba quem são aqueles que estão ao seu lado, te acompanham e quando vocês se encontram (mesmo depois de anos sem se ver) parece que nada mudou.

“Tenha poucas, mas verdadeiras amigas(os)… Elas(es) sim, valem a pena!”

Juliana Kimura, 37 anos, odontopediatra e professora universitária

20. Se for o seu sonho, construa uma família

Não tenha vergonha de querer ter filhos ou se casar mais cedo. Assim como você também não precisa se achar anormal por não querer nada disso! Tenha em mente que a fertilidade, infelizmente, se altera com o passar dos anos.

“Com o tempo nosso corpo vai adquirindo coisas que há 10 anos nós não tínhamos. Hoje tenho obstrução nas trompas – isso é algo que você adquire. Então talvez eu devesse ter engravidado mais jovem. Seria mais simples.”

Silvia Ornaghi, 33 anos, contadora

☆ Tudo sobre o misterioso signo de Escorpião ☆