24 coisas tão de humanas que não dá para explicar

Muito além das miçangas e do (eterno) problema com matemática.

 

1. O aproveitamento integral da Mãe Natureza.

//platform.twitter.com/widgets.js

2. E aplaudir o Sol é obrigatório.

//platform.twitter.com/widgets.js

Mas não com “qualquer” roupa, né?

3. Esta fantasia!!!

//platform.twitter.com/widgets.js

4. A habilidade de se comunicar

//platform.twitter.com/widgets.js

~textão~

5. Este curso

//platform.twitter.com/widgets.js

Quando será que abrem as inscrições?

6. O que será que se passou nessa conversa???

//platform.twitter.com/widgets.js

7. A única forma de usar matemática na vida

8. O que será que as pessoas fazem na praia se não aplaudir o Sol?

//platform.twitter.com/widgets.js

9. Prioridades

//platform.twitter.com/widgets.js

10. Essa vontade de se jogar nesse mundão

//platform.twitter.com/widgets.js

Por aí no universo, cara.

11. A eterna dificuldade de acertar as contas

//platform.twitter.com/widgets.js

12. Esse evento.

//platform.twitter.com/widgets.js

13. O verdadeiro renascimento humano

//platform.twitter.com/widgets.js

“E é assim que as pessoas de humanas nascem, filha”

14. Nossa preocupação com a economia resumida:

//platform.twitter.com/widgets.js

15. O conceito de amor

//platform.twitter.com/widgets.js

Amor livre é coisa do passado miga!

16. A forma de se mostrar para o mundo

//platform.twitter.com/widgets.js

17. Não sei o que pensar, apenas sentir.

//platform.twitter.com/widgets.js

18. O jeito de começar o dia:

//platform.twitter.com/widgets.js

19. Não conseguir fugir dos abraços de árvores

//platform.twitter.com/widgets.js

20. Decorando o apê:

//platform.twitter.com/widgets.js

21. Como será a maternidade para nós:

//platform.twitter.com/widgets.js

22. O look básico de verão.

//platform.twitter.com/widgets.js

Tererê, tatuagem de henna e aquela tornozeleira com o símbolo da paz.

23. Nosso amuleto da sorte e protetor da luz

24. WordArt + ser trouxa

dica da Mimii Regis

Publicado por Minha Vida em WordArt em Terça, 25 de agosto de 2015

Por mais que ambos sejam odiados, sempre farão parte das nossas vidas!

 

Tudo sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s