4 dicas para não chorar no meio de uma discussão

Aprenda a segurar as lágrimas nas ocasiões em que não dá para extravasar as emoções (e chore tudo que precisar depois).

Apesar de “engole esse choro” ser algo comum de ouvir desde a infância, colocar o choro para fora é bom e importante para não ficarmos acumulando mágoas. Mas não a qualquer momento: no meio de uma discussão no trabalho, com mozão ou mozona, com alguém da família ou com amigos, o foco da conversa se perde quando alguém chora – e quem chora perde automaticamente a razão e, em muitos casos, até o respeito dos chefes e dos colegas.

Trocando em miúdos, chorar é bom, mas saber controlar o choro é melhor ainda. E como conseguir essa proeza?

Andréa Chaves, psicóloga especialista em saúde mental, sugere que o pontapé inicial seja pela compreensão das emoções. “É importante conhecer nossos sentimentos, saber dar nome a eles e então extravasá-los. Entender o que motiva o choro – raiva, tristeza, frustração, TPM, são muitas razões possíveis – e por que ele precisa ser colocado para fora é um primeiro passo”, diz.

Isto feito, a psicóloga Carla Guth, especialista em família e construcionismo, recomenda que se analise que gatilhos já levaram ao choro em discussões passadas: “Reconhecê-los ajuda a evitar que as situações se repitam. Chorei por causa disso? Ok, na próxima vez que eu perceber isso chegando, já consigo me prevenir para colocar em prática algumas táticas para não chorar.”

Estratégias simples para segurar o choro no meio de uma discussão

Andréa e Carla ensinam, a seguir, quatro estratégias super simples para você não derramar uma lágrima sequer durante uma discussão. Já pode começar a treinar!

– Respirar fundo

Porém discretamente: inspire e expire de forma longa, mas não precisa fazer grandes movimentos corporais para o ar entrar e sair dos pulmões. Imagine que você está enchendo e esvaziando um balão lentamente dentro do seu corpo. Essa tática funciona como um calmante natural.

– Ordenar mentalmente seus argumentos

Dar uma “ocupação” ao cérebro durante a discussão tende a fazer você esquecer de chorar – o foco fica na conversa, não em sentimentos. Preste muita atenção ao que a outra pessoa estiver falando e vá ordenando mentalmente as respostas ou argumentos que você usará quando chegar sua vez de falar.

– Não fixar o olhar na pessoa

Isso não significa olhar para os lados, por favor, tá? (até porque é horrível estar em uma discussão com alguém e a pessoa ficar desviando o olhar o tempo todo) A ideia é apenas não ficar com o olhar fixo nos olhos dela; olhe para a testa, para o nariz, para as orelhas… Desta forma, é mais provável que suas emoções não se alterem tanto.

– Mascar chiclete

Esta é uma estratégia biológica: o movimento de mascar chiclete faz o organismo produzir suco gástrico e liberar hormônios que aliviam o estresse, o que lhe deixará mais calminha e menos propensa ao choro.

***

Acabada a discussão, pode ir ao banheiro, ao seu quarto, a um canto da cozinha para chorar o quanto precisar. “Não é legal reprimir a vontade de chorar indefinidamente. Extravasar as emoções faz bem para a saúde mental”, finaliza Andréa.

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆