A 1ª mulher negra eleita como vice-presidente de um país latino

Nesse domingo (1), Epsy Campbell Barr tornou-se vice-presidente da Costa Rica e está fazendo história.

Epsy Campbell Barr, tornou-se nesse domingo (1) a primeira mulher negra a alcançar o posto de vice-presidente de um país latino-americano. Ela foi eleita pela chapa de Carlos Alvarado, que tornou-se presidente da Costa Rica.

Candidatos da centro-esquerda pelo Partido Acción Ciudadana (PAC), Carlos e Epsy levantaram a bandeira da tolerância e dos direitos igualitários na corrida presidencial. Dentre as propostas apresentadas na campanha, eles defendem com afinco o direito dos homossexuais ao casamento – o que ainda não é previsto por lei na Costa Rica.

Epsy Campbell Barr tem 54 anos e é formada em economia. Ela foi deputada entre 2002 e 2006 e, em 2014, tentou concorrer à presidência, mas o PAC acabou escolhendo outro candidato. No mesmo ano, ela voltou a trabalhar junto ao legislativo da Costa Rica.

Em 2018, Epsy voltou a demostrar interesse na corrida presidencial e acabou sendo escolhida para a chapa de Carlos Alvarado. Ambos serão empossados no mês que vem.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s