Austrália em 3 dias: o que você não pode perder

Para quem não tem muito tempo, Marina Motta criou um roteiro para curtir o país australiano

Opera House, em Sydney: uma monstruosidade arquitetônica

A viajante inveterada Marina Motta, autora do livro e do blog “Intercâmbio de A a Z”, já percorreu 33 países e sabe bem o que é ter pouco tempo para conhecer um lugar fantástico. Por isso, ela resolveu dar uma mãozinha para a mulher de LOLA, que está sempre na correria:  Marina criou um roteiro de 3 cidades imperdíveis na belíssima Austrália, para ajudar a organizar a sua falta de tempo nas férias.

 
Sydney: Impossível conhecer a Austrália e não ficar alguns dias em Sydney. A cidade é absolutamente linda. É de chamar a atenção, aquela cidade especial, como o nosso Rio de Janeiro. Fácil de se locomover, com transporte público excelente e repleta de lugares charmosos para se perder e se achar.
 
Opera House
Um dos projetos arquitetônicos contemporâneos mais bonitos e cartão postal da cidade. É um daqueles lugares que se deve reservar umas duas horas só para ficar contemplando o local. A entrada para o oceano, as balsas indo e vindo…
 
The Rocks e George Street
A Austrália começou aqui! A George Street, que começa no bairro The Rocks, é onde os ingleses aportaram pela primeira vez. Seguindo pela George Street antiga até o lado moderno da rua, vemos uma das maiores avenidas da Austrália. Lojas, restaurantes, baladas e muita gente para lá e para cá.
 
Bondi Beach
A 30 minutos do centro (e de George Street), encontramos uma Sydney ainda mais descontraída, até meio carioca. Além de residencial e repleta de restaurantes e barzinhos de frente para o mar, Bondi propicia surf e belas caminhadas – como a no sentido de Tamarama Beach, rente ao mar, feita por um caminho de pedras e rochas. Simplesmente lindo.
 
Gold Coast: A “costa dourada” é uma das regiões mais turísticas da Austrália. Sempre quente, com praias de águas mornas e cheia de casas de veraneio e turistas em férias. Fica a cerca de 1h30 de avião, ao norte de Sydney, e merece uma visita por que:
 
Day Trip para StradyBrook Island: Pegando um barco que sai de Gold Coast, em cerca de duas horas, você chegará à ilhaStrady ou Stradybook Island. É um lindo passeio, com possibilidade de fazer snorkeling e nadar em águas cristalinas.
 
Byron Bay: Essa é uma dica para os aventureiros. O legal é fazer Skydiving na vizinha Byron Bay, a pouco mais de uma hora de Gold Coast.
 
Parques: Para quem gosta dos parques temáticos dos EUA, Gold Coast também tem vários parques como Universal Studios e WhiteWaterPark, Wet n’Wild ou Sea World.

Austrália em 3 dias: o que você não pode perder

Byron Bay e Gold Coast, duas das regiões favoritas de Marina Motta na Austrália

Melbourne: a cidade mais europeia da Austrália é também seu centro cultural e fashion. Melbourne não é uma metrópole de grande porte, mas é conhecida por sua vida gastronômica e noturna e por ter um clima frio, já que fica mais ao sul.

Bairros bacanas: percorra a Lygon Street (bairro italiano), Greek Precint (grego) ou Chinatownn (chinês) para uma overdose de gastronomia multicultural.
 
SouthBank Promenade, na beira do Yarra River: vá até a Federation Square, passe pela Catedral de St Paul e visite o Australian Centre for Moving Image. Depois siga pela linda Flinders Station a caminho da Sandridge Bridge para passear no melhor trecho da SouthBank Promenade, onde você encontra vários cafés e restaurantes muito legais. Volte pela Yara pedestrian bridge e se tiver sol, tome um drink no PonyFish Island, embaixo dessa ponte. É super astral.
 
Perca-se nas ruelas do centro: os melhores segredos de Melbourne estão entre as suas ruas principais. O engraçado é que cada rua tem a sua versão “Litlle”. A Collins tem a Litlle Collins, a Longsdale tem a little Longsdale. Vá a todas as littles que são nos menores frascos que estão guardados os melhores perfumes.

Austrália em 3 dias: o que você não pode perder

As simpáticas casinhas na badalada Melbourne, na Austrália

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆