Black Friday: 9 dicas para fazer as melhores compras

Preços baixos chamam a atenção, mas todo cuidado é pouco para evitar fraudes. Veja como descobrir se a compra vale a pena e evite surpresas desagradáveis

Está chegando a hora! Muita gente já está de olho nas promoções que devem chegar com a Black Friday. Como todo bom desconto faz uma boa diferença no bolso em tempos de crise, as compras pela internet devem movimentar 2,5 bilhões de reais este ano, segundo projeção da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. De olho no interesse dos consumidores, a previsão é que a adesão dos e-commerces brasileiros bata recordes no dia 24 de novembro.

O cenário positivo indica que bons descontos não vão faltar. Mas é preciso ficar atenta, pois também pode aumentar o risco de fraude nas compras, tanto no que diz respeito ao uso do cartão de crédito na loja virtual quanto aos preços dos produtos. Veja se o valor do produto não foi alterado na véspera para conceder falsos descontos na data. Vale dar uma olhada nos preços dos produtos de interesse com cerca de 15 dias de antecedência, para saber qual é o valor real do que pretende comprar.

Quanto às fraudes relacionadas ao uso do cartão de crédito, prefira pagar por meio de empresas de pagamento online para se proteger. O PayPal, por exemplo, armazena os dados do cliente com segurança e não compartilha dados financeiro com os vendedores. O PayPal também tem um programa de proteção ao comprador em que, se o produto não chegar, você pode ser reembolsado. E, se chegar, mas não servir, o PayPal pode reembolsá-lo pelo frete de devolução (saiba mais sobre o Programa de Proteção ao Comprador do PayPal e o benefício do Frete Grátis na Devolução).

Há também o PayPal One Touch, que permite um pagamento seguro e rápido, em apenas um clique. Uma vez ativado, você não precisa mais redigitar login e senha a cada nova compra – se estiver usando o mesmo equipamento e o mesmo navegador (clique aqui para saber mais sobre o One Touch).

A seguir, veja outras dicas para fazer boas compras com segurança:

1. Procure pelo cadeado de segurança ao lado da URL

Esse é um detalhe quase imperceptível, mas que faz toda diferença. Afinal, qualquer informação digitada na internet, como RG ou CPF, pode ser roubada. Em sites que exigem o preenchimento desses dados, o cadeado é uma proteção para evitar que isso aconteça e aparece do lado esquerdo da sua barra de endereço.

2. Busque certificados de segurança

Para confirmar que o selo de segurança é verdadeiro, clique sobre ele e aguarde ser redirecionado para a página original da empresa que oferece o certificado. Outra dica, caso você já tenha cadastro na empresa, é tentar fazer o login com dados falsos. Se for uma fraude, o site aceitará as informações incorretas.

3. Ligue os radares antes da hora

Uma semana antes da Black Friday, fique atento às lojas online. Elas costumam fazer promoções interessantes nos dias que antecedem a data oficial. No ano passado, boas promoções da Black Friday foram encontradas nos grandes sites. Os descontos oferecidos nos e-commerces de maior porte chegaram a 35,27%, segundo a Big Data Corp., em pesquisa feita especialmente para o PayPal (clique aqui e saiba mais sobre o estudo).

4. Cadastre-se com antecedência

As lojas virtuais costumam pedir o preenchimento de cadastro para realizar a venda. Então, facilite sua vida e comece a se cadastrar nos sites de interesse desde já. Quanto mais próximo da Black Friday, maiores os riscos de queda de conexão no site escolhido, porque todo mundo acessa ao mesmo tempo. Se você já estiver previamente cadastrado, poderá fazer o login direto e comprar.

5. Antecipe as compras de Natal

Como os pedidos ao Bom Velhinho não falham nem em tempo de crise, é melhor garantir os descontos na Black Friday. Se você procurar bem, poderá encontrar produtos com preços até 80% menores, de acordo com a pesquisa da Big Data Corp. Além de economizar, você poderá evitar as lojas lotadas e as filas intermináveis nos caixas, tão típicas da época de Natal.

6. Conheça os sites participantes antes de ir às compras

Achou o desconto bom demais para ser verdade? Nunca ouviu falar da loja em questão? Para não cair em uma cilada, conte com a ajuda dos órgãos de defesa do consumidor, como o Procon e o ReclameAQUI. Outro bom endereço para ter na sua lista de favoritos é o oficial do evento.

7. Seja objetivo

Faça uma lista de desejos do que você realmente quer comprar com antecedência. Assim, você consegue garantir bons descontos e evita compras por impulso, que costumam ser equivocadas e desvantajosas.

8. Fique de olho na Cyber Monday

Passada a Black Friday, você ainda tem chance de fazer boas compras de eletroeletrônicos na Cyber Monday, que este ano será no dia 27 de novembro (veja as lojas já cadastradas em www.cybermondaybrasil.com.br). Segundo estudo da Big Data Corp., em 2016, promoções online nesse dia tiveram adesão de mais de 60% dos sites de vendas online nacionais (sendo que todos os grandes e-commerces participaram).

9. Ofertas enganosas? Saiba o que fazer!

Se durante as buscas por promoções você se deparar com ofertas enganosas, entre em contato com os sites de defesa do consumidor, como Procon e ReclameAQUI. Esse último tem uma aba voltada especialmente para a data, em que os consumidores podem relatar problemas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s