Caçador de rinocerontes é morto por elefantes e comido por leões

O homem estava caçando os animais para vender os chifres deles no mercado ilegal.

O Parque Nacional Kruger, na África do Sul, sofre há muitos anos com a presença de caçadores de rinocerontes, que ilegalmente matam os animais para vender os chifres deles em locais onde se acredita que eles tenham propriedades curativas.

Pois na semana passada um desses caçadores foi morto, pisoteado por um elefante. Quem relatou o ocorrido foram outros caçadores. Depois disso, a guarda florestal local iniciou as buscas pelo corpo – mas só encontraram um crânio e as calças que o caçador estava vestindo. Tudo indica que ele tenha sido devorado por um grupo de leões.

O Parque Nacional Kruger, em nota, lamentou o ocorrido e enviou condolências à família, mas fez questão de ressaltar: “Entrar no Parque Nacional Kruger ilegalmente e a pé não é inteligente. Há muitos perigos e esse incidente é prova disso”.

Com animais selvagens não se brinca!