Carnaval no Rio: como aproveitar e como evitar a folia

Confeitaria Colombo e Restaurante do Bira são algumas das opções para quem deseja tranquilidade no feriado

Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro do Rio: arte de cima a baixo

Andar pelo Rio de Janeiro durante o Carnaval é uma tarefa um tanto quanto difícil. Com os 424 blocos autorizados a desfilar pela cidade, as ruas se tornam um campo minado. Se você curte e está afim de entrar no clima, se jogue, decore todas as marchinhas e aproveite a maratona de blocos. Se quiser se programar, o Samba-choro é uma boa dica.  Caso contrário, é só sair que, a cada esquina, terá um bloco diferente esperando por você.

No entanto, mesmo que você não goste de Carnaval, é bom dar uma olhada na programação antes de sair de casa, para não cair no meio da folia e ficar preso no engarrafamento de pessoas, carros e trios elétricos. Se você prefere uma programação off-gandaia, segue uma lista de lugarezinhos descolados, tranquilos e com a cara do Rio, assim como o Carnaval.
 
 
É simplesmente a maior coleção de palmeiras do Brasil. É um cantinho muito agradável na cidade, com a sensação de que você está a algumas horas longe de qualquer civilização. Pode-se ir somente para visitar, dar uma volta, curtir o ar puro, ou para comprar palmeiras para o jardim de casa. Eles são responsáveis pelo projeto paisagístico de diversos condomínios e shoppings da cidade.
 
Endereço: Estrada Paiva Muniz, 1613 . Ilha de Guaratiba
fone.: (21) 3427-5222 | 3427-5204 |palmeiras@hortodaspalmeiras.com.br
 
 
O silêncio e a tranquilidade do lugar destoam completamente da localização do CCBB: em pleno centro do Rio. Isso é bom: vale ir só para deitar em um pufe no hall principal e ficar olhando para o teto, ou melhor, para a linda e imponente abóboda. Vale também ver a programação de filmes (geralmente, tem sempre uma mostra interessante, em homenagem a algum artista) ou tomar um café e comer um croque monsieur no bistrô.
 
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
fone.: (21) 3808-2020 | ccbbrio@bb.com.br
 
Parque Penhasco Dois Irmãos:
 
Fica lá na terra do Manoel Carlos: Leblon. Mais precisamente: Alto Leblon. Suba de taxi ou de carro. Não se aventure a ir a pé, de bicicleta ou de patins, a não ser que você esteja treinando para alguma competição. Lá em cima, a vista é de tirar o fôlego. São alguns mirantes com uma vista para a Zona Sul da cidade: Gávea, Jóquei, Jardim Botânico, Lagoa, Leblon, Ipanema… Dá para ficar tranquilo, pois o parque é bem seguro e bem conservado. Pode levar cachorro e também marmita, para fazer um piquenique. Não esqueçam a máquina fotográfica!
 
 
Esse restaurante é para ir com bastante tempo. Fica em um sítio em Vargem Grande, terra dos Novos Baianos, bem depois da Barra da Tijuca. A casa do restaurante é uma oca, muito agradável e espaçosa. Vá sem pressa e aproveite para relaxar. Tem muito verde em volta! Diferentemente da Barra, essa região ainda preserva sítios, casinhas aconchegantes e estradinhas (já é tudo asfaltado!). Não deixe de comer os pasteis assados na brasa!
 
Endereço: Estrada dos Bandeirantes, 21295 – Vargem Grande
fone.: (21) 2442-2023
 
 
Sempre que vou lá, faço uma viagem no tempo. Aquelas ruelas, de paralelepípedo, por onde passavam as madames da sociedade na época do Império, já dão o tom. Lá dentro, mais uma viagem: os vitrais, o piano, o piso, as cadeiras e as mesinhas… e, claro, os garçons, senhores vestidos a caráter, são um mergulho no passado. Vá só para visitar, se já tiver almoçado. Se quiser comer, vá de barriga vazia. Os salgados, refeições e doces são muito bem servidos e deliciosos.
 
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 32 – Centro
fone.: (21) 2505.1500
 
 
O Bira é um dos programas clássicos do Rio de Janeiro. A mesma dica do Barreado serve para ele: vá sem pressa, preparado para um longo almoço. A vista para a Restinga de Marambaia é o cenário perfeito, pois a paisagem é maravilhosa. Os preços são um pouco altos, mas valem pelo programa, comida e clima do lugar. Você vai se sentir num cantinho à parte da cidade.
 
Endereço: Estrada da Vendinha, 68-A – Barra de Guaratiba
fone.: (21) 24108304
 
 
Como o nome já diz, o restaurante no Jardim Botânico é especializado em pães, de todos os tipos! Vale ir tomar um longo e saboroso café da manhã. Depois, a pé, dar uma volta na Lagoa ou no Jardim Botânico. Ou, quem sabe, pegar um carro ou taxi e, em cinco minutos, chegar às cachoeiras do Horto.
 
Endereço: Rua General Garzon, 10 – Lagoa
fone.: (21) 2294-0027 | 3205-7275
 
 
O museu, criado por um francês, é um acervo de 8000 peças de 200 artistas brasileiros. Tem muita coisa sobre arte popular brasileira. Tem obras do pernambucano Mestre Vitalino e dos artistas do Vale do Jequitinhonha. O museu fica logo depois do Barreado e bem perto da Prainha, uma das praias mais belas do Rio, point de surfistas e artistas.
 
Endereço: Estrada do Pontal, 3295 – Recreio dos Bandeirantes
fone.: (21) 2490-3278 | 2490-4013 | faleconosco@museucasadopontal.com.br

Carnaval no Rio: como aproveitar e como evitar a folia

Três boas pedidas para escapar da folia carioca: a tradicional Confeitaria Colombo; os pães famosos da Escola do Pão; e a arte popular da Casa do Pontal

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s