A lista de metas ficou de lado? Coloque-a em dia a partir de já

Com organização e foco, você conseguirá eliminar item por item rapidamente

Ano de Carnaval e Páscoa muito no começo do calendário – caso de 2018, em que o Carnaval foi em 13 de fevereiro e a Páscoa, em 1º de abril – é ano em que as listas de resoluções de Ano Novo ficam um pouco esquecidas. Segundo a psicóloga clínica Tânia Corrêa, isso ocorre porque as prioridades são inconscientemente reorganizadas.

“Os focos ficam em torno de curtir uma viagem, voltar para o dia a dia de trabalho e estudos, dar para si um tempo para se recuperar e já se organizar para o próximo feriado. Foram poucas semanas entre Ano Novo e Carnaval e entre Carnaval e Páscoa. Uma resolução de começar a estudar um novo idioma ou de aprender a costurar, por exemplo, não cabia ali. E tudo bem, porque a vida tem que ser vivida mesmo”, diz.

Maravilha! Só que agora a sequência de folgas importantes acabou e a lista de metas está ali, quase intocada. “A reclamação no consultório é inevitável: ‘Doutora, já é abril e não fiz nada de sério que havia planejado! Sou um fracasso?’. Claro que ninguém é um fracasso por causa disso, mas é difícil evitar um sentimento de culpa”, conta.

Então vamos nos livrar dessa bad vibe e colocar a lista em dia? Tânia e Meriellin Albuquerque, fundadora da Todas em Uma – Coaching para Mulheres, dão dicas certeiras para você conseguir eliminar item por item sem se afobar ou ficar nervosa.

Elimine as resoluções que não façam mais sentido

 (apichon_tee/Thinkstock)

A vida muda o tempo todo, e o que parecia ser prioridade em dezembro pode ter perdido completamente o sentido em abril. Se alguns dos itens de sua lista não forem mais tão necessários, ou mesmo se não lhe empolgarem tanto, risque-os sem dó. Deixe espaço para o que vale a pena.

Insira um objetivo prático em metas que sejam apenas ações

“Muitas pessoas colocam, por exemplo, que têm como objetivo praticar exercícios neste ano. Mas para que vão fazer isso? A ação não pode ser o objetivo”, afirma Meriellin. Nestes casos, é preciso haver um complemento prático à ação. Praticar exercícios para ter mais qualidade de vida, parar de fumar para melhorar a saúde, aprender a costurar para poder consertar as próprias roupas e assim por diante.

Planeje atividades que facilitem a execução de uma meta maior

Muitas vezes, as metas são adiadas por parecerem muito complexas. A solução é dividi-las em atividades facilitadoras. Vamos supor que você tenha decidido que em 2018 começará um blog. Defina quantas vezes por semana postará algo novo; em que momento do dia poderá se dedicar aos textos; como fará o compartilhamento dos posts nas redes sociais. Enfim, crie uma rotina e a meta ficará mais simples.

Reorganize as metas por nível de dificuldade

Tânia sugere que as metas simples e complexas sejam intercaladas: “A satisfação de ter concluído uma meta simples e mais rápida dará um fôlego extra para o início daquela próxima, que é complicada e tenderá a demorar um pouco mais.”

Comemore a conclusão de cada meta

 (monkeybusinessimages/Thinkstock)

É para comemorar mesmo. Se dê de presente um almoço ou um jantar especial e brinde com pessoas importantes em sua vida, que torcem por você. Você merece! E a ideia de uma próxima comemoração quando a meta seguinte for cumprida também lhe dará um gás a mais.

Coloque data limite para a conclusão de uma resolução

Meriellin defende que “se não há data, não há realização”. Por isso, você deve estabelecer um dia limite para finalizar cada meta. E, claro, se organizar para não fazer tudo relacionado a ela na última hora.

Não sofra caso não cumpra alguma meta

Se até dezembro uma ou duas metas não tiverem sido cumpridas, tudo bem. Não é o fim do mundo. Sabendo que fez seu melhor, não há motivo para você sofrer. Coloque-as no topo da lista de 2019 e vida que segue!