Conheça a trajetória de Bárbara, a goleira brasileira na Copa Feminina

Aos 30 anos, essa é a quarta Copa da qual Bárbara faz parte. Além disso, ela foi o grande destaque da Seleção feminina nas Olimpíadas do Rio.

No primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019, contra a Jamaica, Bárbara Micheline do Monte Barbosa esteve o tempo todo bem posicionada entre as traves do gol. A goleira da Seleção e teve uma determinação admirável na hora de defender todos os ataques do grupo jamaicano. 

Aos 30 anos, esta Copa é a quarta da qual ela participa. A goleira pernambucana – nascida em Recife – também esteve presente nas edições de 2007, 2011 e 2015.

Só que a história de Bárbara nos campos começou mesmo em 2006, quando ela ainda estava no sub-20 e participou da Copa específica desse grupo. Nesse campeonato, as brasileiras ficaram em terceiro lugar. No site da CBF, há a confirmação de que essa foi a melhor colocação do grupo brasileiro da categoria. Vale lembrar que, no Brasil, o trabalho com os times femininos de base ainda é incrivelmente precário. Ainda nessa época, Bárbara jogou dois Sul-Americanos.

Já como titular, a goleira fez parte de dois dos três títulos conquistados pela seleção nos Jogos Pan-Americanos. O primeiro foi no Rio da Janeiro, em 2007, e o segundo em Toronto, em 2015. Em 2011, Bárbara também foi titular da Seleção nos Jogos – e levou a prata para casa. 

Nas Olimpíadas, ela defendeu o Brasil duas vezes. Em Pequim, a nossa Seleção foi vice-campeã e Bárbara também é sempre lembrada por sua grande atuação nos Jogos do Rio. Na partida contra a Austrália, o empate levou às equipes a uma sofrida prorrogação e aos pênaltis. Marta acabou errando um gol e Bárbara fez uma defesa incrível, que garantiu o lugar do Brasil nas semifinais.

Atualmente, Bárbara é a grande estrela do Kindermann, time de Santa Catarina. E mesmo num time de pouquíssima projeção internacional, em 2016 ela foi eleita a quarta melhor goleira do mundo pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS).