Entenda porque seu signo pode estar errado

O programa Stargazing Live, da BBC, ressuscitou uma polêmica levantada em 2011, quando um astrônomo da University of Minnesota publicou um artigo apontando supostos efeitos de mudanças da rotação da Terra nos nossos horóscopos

Você é daquelas que olham o horóscopo todo dia antes de sair de casa? Pergunta sempre o sol, a lua e o ascendente do peguete? Susan Miller é sua pastora e nada lhe faltará? Tatuou o signo no pulso? Então talvez esta notícia possa te chocar um pouco.

Como disse a astrônoma Radmilla Topalovic no programa Stargazing Live, da BBC, a posição das estrelas em relação à Terra não é mais a de 2 mil anos atrás, quando o zodíaco foi criado. Topalovic é astrônoma do Royal Observatory Greenwich, o mais importante observatório do mundo.

O programa ressuscitou uma polêmica levantada em 2011, quando um astrônomo da University of Minnesota publicou um artigo apontando supostos efeitos de mudanças da rotação da Terra nos nossos horóscopos. Devido ao fenômeno, chamado precessão, as datas em que as constelações estão atrás do Sol se atrasaram bastante.

O Stargazing Live, programa comandado pelo físico da University of Manchester Brian Cox, preparou até um infográfico em que é possível verificar qual seria o seu signo de acordo com esses novos cálculos. O calendário proposto pelo Stargazing Live conta, inclusive, com o polêmico 13º signo de Serpentário.

Confira, abaixo, qual seria o seu signo de acordo com o site:

21 de janeiro a 16 de fevereiro: Capricórnio
17 de fevereiro a 12 de março: Aquário
13 de março a 18 de abril: Peixes
19 de abril a 14 de maio: Áries
15 de maio a 21 de junho: Touro
22 de junho a 20 de julho: Gêmeos
21 de julho a 10 de agosto: Câncer
11 de agosto de 16 de setembro: Leão
17 de setembro a 31 de outubro: Virgem
1 de novembro a 23 de novembro: Libra
24 de novembro a 29 de novembro: Escorpião
30 de novembro a 18 de dezembro: Serpentário
19 de dezembro a 20 de janeiro: Sagitário

Muita calma nessa hora

O debate acerca da veracidade da astrologia é bem velho. Na verdade, não faz sentido falar em uma “astrologia astronomicamente correta”. As duas coisas não se cruzam: a astrologia parte de demarcações do céu baseadas em convenções.

Se você acredita em astrologia, nenhuma aferição astronômica objetiva deverá te fazer deixar de acreditar ou vai, para todos os efeitos, mudar o seu signo.

Como afirma o astrólogo e filósofo Alexey Dodsworth no site de astrologia Personare: “Os signos da astrologia são geométricos. Resultam da divisão por doze da eclíptica zodiacal. Milhares de anos atrás, estudiosos do céu resolveram demarcar esta divisão virtual, utilizando as estrelas como bandeiras de marcação.”

Matéria publicada em Brasil Post.