Férias em Nova York: dicas para aproveitar o calor norte-americano

Sugestões para curtir o verão na cidade e ter uma viagem inesquecível

Férias em Nova York: dicas para aproveitar o calor norte-americano

Cinema ao ar livre no charmoso Bryant Park é um dos points do verão de NYC

 

Se a ideia nessas férias de julho é abrigar-se do frio no verão novaiorquino, prepare-se, pois a cidade está cheia de programas bacanas durante a estação de dias eternos e calor constante . A estrutura da cidade brinda todos os gostos – de shows no Central Park a sessões de cinema, passando por programas mais curiosos que vão fazer da sua viagem uma experiência bem diferente.
 
Cineminha ao ar livre
De parques a “lages” fashion, aproveitar um cineminha ao ar livre é um programa ultra novaiorquino.  Não se esqueça de colocar uma canga na mala e de comprar delicias novaiorquinas para saborear durante a projeção. Os principais parques que oferecem o programinha são: Bryant Park, McCarren Park, e o Central Park.  Se sua praia é mais de filmes independentes, veja aqui a programação para o verão destes rooftop movies imperdíveis.
 
Shows alternativos no bairro Hipster
Segundo a revista Veja, “Hipster é a tribo de moderninhos que os fashionistas adoram odiar” e Williamsburg é o reduto hipster de Nova Iorque. Foi onde a tendência ganhou força e expressão de estilo. Também é o bairro onde acontecem vários shows alternativos, projetando bandas para festivais importantes, como Bonaroo, Lollapalooza ou Coachella. O Williamsburg Park (Kent Ave, na altura da 12th Avenue, em Williamsburg) tem uma programação intensa de shows para o verão e o Williamsburg Music Hall sempre tem bandas alternativas que vale a pena conhecer.
 

Para chegar na badalada Rockaway Beach, vá de metrô junto com os surfistas

 

Pegue um bronze numa praia novaiorquina
A Rockaway Beach (Queens – Linha A estação Rockaway Park) é a praia novaiorquina das pessoas “normais” – diferente da Hamptons, que é a praia jet setter dos milionários da cidade. Uma das coisas mais divertidas da Rockaway é chegar na praia de metrô. Você divide o vagão com surfistas e gente animada pra pegar uma corzinha. As praias americanas têm uma configuração diferente das brasileiras… têm um deck que se chama “boardwalk”, com barzinhos e comidinhas para substituir a farofada. Uma dica valiosa: Se alguém te chamar pra ir na praia da Coney Island, fuja! É um reduto de pessoas estranhas e cenários de filme de terror dos anos 1950 da região.
 
Praticar Yoga de graça no Central Park
Yoga é uma obsessão novaiorquina. Volta e meia, você cruza com gente correndo com o tapetinho de Yoga embaixo do braço. A verdade é que a prática ajuda as pessoas desta cidade a aliviar o estresse. E parece que funciona bem. Todo domingo, lá pelas cinco da tarde (que ainda tem sol, mas é mais fresquinho), aulas de Yoga são ministradas de graça pelos intrutores da De Rose Method no Sheap Meadow (entre pela rua 67th West e siga em direção ao centro do parque. O Sheap Meadow é um imenso gramado onde as pessoas escutam musica, descansam e praticam esportes). Ah! A maioria dos intrutores é brasileira, ou seja: você não vai precisar pensar em inglês enquanto estiver fazendo sua ásana invertida.
 

Férias em Nova York: dicas para aproveitar o calor norte-americano

O gramadão gostoso do Central Park é um convite ao relaxamento

Observar as últimas expressões de arte urbana no maior centro de grafite de NYC

Com uma década de existência, o 5pointz, no Queens (Jackson Avenue na altura da Crane Street e Davis Street, em Long Island City, perto do da estação Long Island City do metrô) é um dos redutos mais importantes dos grafiteiros de Nova Iorque. Nos finais de semana, sempre rolam música e artistas pintando qualquer parede disponível. Lá por perto, também está o museu contemporâneo PS1, uma extensão do MoMA, que realiza festas ao ar livre com DJs tocando músicas ótimas.
 
Alugue uma bike e vá conhecer o New Amsterdam Market
No lugar que antes era ocupado pelo Fulton Market, agora existe o New Amsterdam Market. Todos os domingos, produtores locais se reunem com barraquinhas charmosas para vender seus produtos fresquinhos. Este ano, eles têm um valet de bike e você pode estacionar a magrela tranquilamente para aproveitar as delícias do Mercado.
 
Dance Jazz loucamente
Ótima desculpa para você conhecer o Museu de Louis Armstrong, onde ele viveu de 1943 até sua morte em 1971. O museu tem uma festinha super animada de jazz, onde dá para se esbaldar de dançar com música de excelente qualidade. Em agosto também tem uma festa tradicional, patrocinada pela Jazzmonile, e quem toca este ano é o Arturo Sandoval.
 
Alugue um veleiro e veja NYC sob um novo ângulo
Um dos programas mais gostosos no verão de NYC é passear pelo rio Hudson a bordo de um veleiro. Pode ser durante o dia, para aproveitar o solzinho, ou navegar pela cidade enquanto o sol se põe e observar do rio como NYC vai ficando inteirinha iluminada. É um programa inesquecível.
 
Sobrevoe a cidade em um helicóptero
Manhattan do alto é tão incrível quanto vista do rio Hudson. O passeio de helicóptero sai do heliporto do Pier 6, em Downtown, e sobrevoa a cidade, passando pelos principais pontos de Manhattan, como Empire State, Chrysler Building, Woolworth e Met Life, além de sobrevoar a Ellis Island e o Rio Hudson para chegar à Ponte George Washington.
 
Em um dia de chuva, aproveite pra visitar os museus incríveis da cidade
Nova Iorque sempre tem exposições ótimas e os museus são a melhor pedida pra fugir das chuvas de verão ou do calor da cidade. Uma dica boa é comprar o city pass, que dá acesso aos principais museus da cidade com um super desconto (MoMA, Metropolitan, Museum of Natural History e o Guggenheim).
 

O 5pointz, no Queens, é um dos principais redutos dos grafiteiros de Nova York

 

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆