Hamburgueria usa encenação de mulher apanhando do patrão como “piada”

No vídeo publicado pela Underdog, a chef de cozinha aparece com o olho roxo após apanhar por ter salgado demais o alimento.

Infelizmente, algumas marcas ainda não entenderam que com certos assuntos não se brinca. Recentemente, a hamburgueria Underdog publicou um vídeo extremamente problemático, na tentativa de entreter o público que a segue. Nas imagens, Santi Roig, que é dono do estabelecimento, espancando a chef Carol Carvalho depois da reclamação de um cliente sobre a comida.

No fechamento desta matéria, o conteúdo já havia sido excluído da conta do restaurante, mas continua circulando em outras redes sociais. No início do vídeo, a publicação parece ser uma crítica ao recolhimento excessivo do governo com as contas públicas. “Meu, eu não sou de reclamar, mas isso está mais salgado do que imposto de renda. Nunca tinha comido nada pior do que isso”, afirma quem seria um cliente no estabelecimento.

Em seguida, Santi brinca com ele e recolhe o prato com o hambúrguer para levá-lo até a cozinha. Ao se deparar com a chef, ele joga a bandeja no balcão e parte para cima dela, simulando tapas consecutivos em seu rosto. Nas imagens seguintes, a chef aparece com o olho roxo enquanto coloca sal delicadamente em outro pedaço de carne.

No último domingo (15), a marca voltou a se pronunciar sobre o assunto e, dessa vez, foi para tentar justificar o porquê da produção do vídeo. A fala do dono do Underdog mostra uma tentativa constante de afirmar que o tom da postagem foi irônico.

“O Underdog há cinco anos, desde o dia 1, sempre usou do sarcasmo, da sátira, do humor negro, para fazer seus vídeos, sua comunicação e posicionamento do restaurante. Todos eles, obviamente, vão ter diferentes leituras, interpretações, então a gente faz uma piada que talvez agrade a uns e talvez ofenda outras. Assim como nós escrevemos umas quatro, cinco vezes, que esse vídeo pode ofender algumas pessoas e que não era a intenção. Mas óbvio, as pessoas não lêem. […] A minha ideia era focar em uma sátira onde existem esses chefes, quase uma sátira com esses Hell’s Kitchen, em que o chef é bipolar e ele é totalmente imparcial. Então ele chega na mesa e trata o cliente com uma risadinha falsa e faz todo aquele agrado para os clientes, e chega atrás da cozinha e sente a porrada em sua staff”. 

View this post on Instagram

Direito de resposta 🙂

A post shared by @ underdogbar on

Santi ainda tentou explicar o porquê da chef ser a personagem do vídeo, dizendo que ela era apenas uma representante da cozinha e que facilmente poderia ser um homem naquela condição. Acontece que o vídeo seria indefensável mesmo que o chef de cozinha fosse um homem, pois retrataria uma cena de abuso violento de poder.

Independentemente do gênero, trata-se de uma piada de extremo mau gosto em que vemos um patrão humilhando e agredindo fisicamente um funcionário. O fato de que é uma mulher apanhando faz com que a cena seja ainda mais problemática, mas definitivamente o vídeo não se tornaria admissível se Carol fosse substituída por um homem.

☆ Descubra o significado de VÊNUS no seu Mapa Astral ☆