Homem revoltado erra trecho de música do Skank e vira o meme do momento

Além de errar e feio o nome da canção, o seguidor de Samuel Rosa acabou sendo racista e foi ironizado nas redes.

Na última quarta-feira (13), alguns famosos se posicionaram no Instagram para pedir pela criminalização da homofobia e transfobia. Um dos artistas foi o vocalista da banda Skank, Samuel Rosa, que postou uma foto com a frase “Respeito não é questão de opinião. É justiça!”.

O que ninguém esperava era que um comentário na publicação se tornasse um meme hilário. Ao criticar o posicionamento do cantor, um homem errou o nome de uma música famosa da banda. Além disso, o cara usou o famoso discurso de que a sociedade está muito “cheia de frescura”, pois não aceita mais determinadas expressões – como chamar uma pessoa negra de macaco. É racismo que chama, viu?

“Para mim, isso tudo é frescura. O Skank tem uma música por nome chamado macaco cidadão. Hoje você chamar uma pessoa de macaco é crime. Então para mim isso tudo não passa de uma frescura”, escreveu o internauta.

Surpreendentemente, Samuel respondeu o seguidor e, mais do que isso, o corrigiu de forma objetiva. “PACATO cidadão. Por favor”, comentou o cantor.

Meme do Macaco Cidadão

 (tenhomaisdicosqueamigos/Reprodução)

Como a internet não perdoa ninguém, não foi preciso esperar muito para ver as piadas surgirem no Twitter. Confira algumas delas:

A Netflix entrou na brincadeira:

Quem nunca sentou no banco do ônibus e ficou vendo a vida passar do lado de fora, né?

Macaco… tocando violão?

Olha essa nova produção cinematográfica:

Macaco de roupínea bem cidadão

Cidadão e nervoso SIM:

Que tal uma faixa presidencial?

Para manter o look do dia, aquele cortinho né…

Famigerado ‘pego minha bike e vou embora’:

Macaca cidadã e carnavalesca:

Que família linda!

Cidadão e bem agasalhado:

As pessoas lembraram de “Chaves”:

E “Friends” também…