Jornal francês aumentou o preço apenas para os homens

No Dia Internacional Da Mulher, o Libération decidiu mostrar na prática que ainda existe a diferença salarial entre os gêneros.

O jornal francês Libération decidiu levar ao público de maneira extremamente prática a desigualdade salarial que existe entre as mulheres e os homens do país. No Dia Internacional Da Mulher, 8 de março, eles decidiram vender o jornal por um preço diferente para os dois gêneros.

Sim! O jornal explicou no site que as mulheres pagarão apenas dois euros, por volta de oito reais, enquanto os homens serão cobrados 2,50 euros, mais ou menos 10 reais, e assim equiparar o preço com o que as mulheres recebem e o que os homens recebem.

Inclusive o preço no código de barras muda!

Libération Capa do jornal “Libération”, mostrando a diferença no preço e o motivo dele.

Capa do jornal “Libération”, mostrando a diferença no preço e o motivo dele. (Libération/Reprodução)

A capa dele já é separada entre “Para as mulheres” e “Para os homens” e explica que pelas mulheres receberem por volta de 25% a menos que os homens, nada mais justo que elas pagarem 25% a menos no mesmo produto. “Para mostrar essa diferença, o ‘Libération’ decidiu no dia de hoje, 8 de março, vender o jornal pela mesma diferença, 50 cents a mais para os homens”.

Recentemente, o Primeiro Ministro fancês, Edouard Philippe, anunciou a implantação de um software “espião”, como explica a Radio France Internationale, para ter certeza que os salários serão iguais. Porém a atualização só deve chegar no país em 2019.

E no Brasil, não muda muito a realidade, pois segundo dados do IBGE mostram que a mulher ganha, em média, apenas 76,5% do salário de um homem.