Laser ou creme: qual o melhor tratamento para clarear as axilas?

Você pode adotar o tratamento no consultório, a laser, ou em casa, com cremes. Veja quais são as vantagens de cada um

Manter a pele hidratada ajuda a evitar o escurecimento
Foto: Getty Images

Na maioria dos casos, o escurecimento das axilas é uma tendência que já nasce com a pessoa. Sua ocorrência é mais comum em pessoas morenas. “Acredita-se que o problema ocorra em função do atrito da pele com a própria pele ou com as roupas”, explica o dermatologista Fernando Macedo. O escurecimento também pode ser provocado por um quadro inflamatório, desencadeado por pelos encravados ou irritação da pele por causa de cosméticos. “A paciente deve sempre manter a região bem hidratada e tratar as inflamações que eventualmente surjam”, recomenda o especialista. Atualmente, existem dois tipos de tratamento para clarear as axilas: a laser e com cremes. Confira as vantagens de cada um:

A laser

O tratamento é realizado pelo dermatologista no consultório, em sessões espaçadas com intervalos de um mês que eliminam os pelos além de clarearem a pele da região. Cada sessão dura cerca de três minutos por axila. “O paciente pode sentir um desconforto suportável e rápido, como se as axilas estivessem pinicando”, explica Fernando. Macedo.

Preço: Cada sessão do tratamento a laser custa entre R$ 300 e R$ 400, em média. O número de sessões necessárias varia de paciente para paciente, mas, em geral, é preciso fazer ao menos três aplicações.

Manutenção – A duração dos clareamentos varia de paciente para paciente. É normal que, aos poucos, as axilas voltem a escurecer. “Geralmente, os tratamentos são paliativos, a não ser que o problema tenha ocorrido por uma irritação específica”, explica o dermatologista. Por isso, é comum que haja a necessidade de fazer manutenção com laser ou creme para garantir o tom desejado.

Contraindicação – Não existem restrições para a aplicação dos tratamentos. “A única ressalva é que, se a região estiver irritada, primeiro é necessário tratá-la para então iniciar o tratamento”, enfatiza o médico. No caso do tratamento com creme, é necessário que a paciente tolere o produto, que pode causar irritação.

Com creme

Orientado pelo dermatologista, a paciente aplica um creme dermatológico manipulado ou pronto que contém princípios ativos para eliminar o excesso de pigmento das axilas. “O tratamento é mais lento e, geralmente, o grau de clareamento obtido é um pouco menor do que no processo a laser”, esclarece o dermatologista.

Preço: Bem mais em conta, o tratamento com creme pode custar de R$ 30 a R$ 100.

Tratamentos caseiros – “Não recomendo nenhum tipo de tratamento caseiro para clarear as axilas”, alerta o dermatologista. Segundo ele, o acompanhamento médico é fundamental para garantir a eficácia dos resultados e a saúde da paciente.

E a depilação? – Não existe um tipo de depilação mais recomendada para não irritar a região. “A paciente precisa testar e perceber se sua pele reage melhor à cera ou à lâmina”, explica o médico.

Desodorantes clareadores – Existem desodorantes que prometem clarear as axilas de forma progressiva. Mas o médico alerta: “Não há comprovação científica de que funcionem”.
 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s