Médico é condenado a até 175 anos de prisão por abusos sexuais

Larry Nassar foi acusado de abuso sexual por 156 mulheres e meninas. Somado a isso, ele também foi condenado por porte de pornografia infantil.

O médico Larry Nassar, acusado de molestar mais de 150 mulheres e meninas, foi condenado nessa quarta-feira (24), nos Estados Unidos. Rosemarie Aquilina, a juíza responsável pelo caso, decidiu que ele deve cumprir entre 40 e 175 anos de prisão.

Ligado ao Comitê Olímpico Americano e à Universidade de Michigan, Nassar viu sua história ganhar as manchetes do mundo inteiro depois que medalhistas da ginástica começaram a falar sobre os abusos sexuais a que foram submetidas. Dentre elas estão Simone Biles, Gabby Douglas, Aly Raisman, Jordyn Wieber e McKayla Maroney.

No total, 156 mulheres apresentaram depoimentos e boa parte delas esteve presente no julgamento de Nassar. Num ato coletivo de coragem, as vítimas foram encará-lo pessoalmente e dividiram suas denúncias com o júri. De início, 88 mulheres iriam ao tribunal, mas, ao longo dos sete dias de julgamento, esse número dobrou.

Frente aos depoimentos, Nasser chorou várias vezes e chegou a dizer à juíza que sua saúde mental poderia ser abalada, pois estar exposto à fala das vítimas estava sendo um martírio. Ele também alegou que seu julgamento estava se transformando num “circo midiático”.

“Você pode achar duro estar aqui escutando, mas nada é mais difícil do que aquilo que suas vítimas encararam por milhares de horas nas suas mãos”, respondeu a magistrada.

Mais de 100 vítimas tiveram coragem de encarar Nassar durante o julgamento

Mais de 100 vítimas tiveram coragem de encarar Nassar durante o julgamento (Scott Olson/Staff/Getty Images)

No discurso da condenação, Rosemarie Aquino declarou: “O que você fazia não era medicina, não era tratamento. Você não é um médico. Não mandaria nem meus cachorros até você. Você sabia que tinha um problema desde jovem, antes de virar um médico. Isso está claro para mim. Você poderia ter se afastado da tentação, mas não o fez. Sua decisão de molestar foi precisa, calculada, desonesta, desprezível”.

Hoje, Nassar se diz arrependido de seus crimes. “Suas palavras nos últimos sete dias tiveram um impacto significativo em mim, me abalaram muito. Não tenho palavras para dizer o quanto estou arrependido. Vou carregar suas palavras pelo resto dos meus dias”, declarou à juíza.

A partir dessa quarta-feira, ele tem 21 dias para recorrer da sentença. Somado à condenação pelo abuso sexual das mulheres e meninas que o acusaram, ele também foi pego com pornografia infantil, o que fez aumentar sua pena.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s