Modelo de 14 anos morre na China após longa jornada de trabalho

Vlada Dzyuba, de apenas 14 anos, estava doente e exausta, e depois de uma jornada de trabalho de 13 horas, entrou em coma antes de subir na passarela.

A modelo Vlada Dzyuba, de 14 anos, morreu após passar dois dias em coma no hospital em Xangai, na China. Russa, a menina havia assinado um contrato de três meses para trabalhar na China, mas de acordo com o jornal russo Siberian Times, ela estava vivendo em condições análogas à escravidão, cumprindo jornadas longas de trabalho e sem direito à assistência médica.

Depois de trabalhar por 13 horas consecutivas em um evento de moda em Xangai, a modelo se sentiu mal e desmaiou. De acordo com relatos, a temperatura dela subiu rapidamente e instantes antes de entrar na passarela ela passou mal. Ela sofria de meningite crônica e não foi socorrida a tempo.

vlada dzyuba modelo

 (Oksana Dzyuba/Reprodução)

De acordo com a mãe de Vlada, Oksana Dzyuba, a filha telefonava para casa dizendo que estava muito cansada e precisava dormir. Quando Vlada foi levada ao hospital, a mãe tentou ir à China ao encontro da filha, mas o visto não foi emitido a tempo.

A família agora quer que as condições de trabalho e vida de Vlada na China sejam investigadas. De acordo com a legislação, oficialmente ela só poderia trabalhar por três horas semanais.