Não, a NASA não alterou seu signo do zodíaco – mas poderia

Vários sites noticiaram uma suposta ~revolução~ no mapa astral de 86% das pessoas. Mas será que é verdade?

Quando o assunto é astrologia, aqueles que mantêm o ceticismo encontraram, na semana passada, um motivo para comemorar: foi encontrado um post de janeiro de 2016 – feito por ninguém menos que a NASA – sobre a diferença entre astrologia e astronomia. Até aí, nada de novo sob o sol. Acontece que a página em questão trazia também outras informações – dentre elas, o fato de que nossa noção do zodíaco não era revisada há cerca de 3.000 anos (sim, apenas), quando nossos antepassados começaram os primeiros estudos sobre a astrologia.

O problema do post era justamente que, com grandes mudanças, vêm grandes complicações (e desilusões, neste caso específico). O fato de a NASA ter se intrometido em nossos horóscopos supostamente significava que 86% das pessoas DESTE MUNDO teriam mudado de signo. Não só porque as datas de cada período seriam revisadas, mas também porque um novo signo teria sido adicionado à lista (e o nome não era lá muito fácil de se pronunciar): ophiuchussurprise

Dá uma olhada se o seu teria mudado:

Aries: 18 de abril – 13 de maio

Touro: 13 de maio – 21 de junho

Gêmeos: 21 de junho – 20 de julho

Câncer: 20 de julho – 10 de agosto

Leão: 10 de agosto – 16 de setembro

Virgem – 16 de setembro – 30 de outubro

Libra: 30 de outubro – 23 de novembro

Escorpião: 23 de novembro – 29 de novembro

~Ophiuchus~: 29 de novembro – 17 de dezembro

Sagitário: 17 de dezembro – 20 de janeiro

Capricórnio: 20 de janeiro – 16 de fevereiro

Aquário: 16 de fevereiro – 11 de março

Peixes: 11 de março – 18 de abril

Reprodução Space Place - NASA Reprodução Space Place – NASA

Reprodução Space Place – NASA (/)

As características do novo signo seriam: sabedoria, rebeldia e busca por justiça. Basicamente a Grifinória dos signos, ao que parece.

Se você está se sentindo confusa e pensando que vai precisar refazer todo o mapa astral, calma: depois de tanta polêmica, a NASA explicou em entrevista ao Gizmodo que não é bem assim. Ok, está certo que, desde que os babilônicos mapearam os astros (de forma a originar os 12 signos do zodíaco), o eixo da Terra e a posição das constelações realmente mudaram.

Mas a NASA diz não querer se envolver com isso. “Nós não mudamos os signos do zodíaco, só fizemos os cálculos”, esclareceu Dwayne Brown, da instituição. Eles alegam não estudar astrologia e, sim, astronomia. Para eles, a primeira está bem longe de poder ser considerada ciência.

Portanto, pode acalmar seu coração (sim, pisciana): a NASA já não dava valor para o mapa astral e a astrologia não dava bola para a NASA há muuuuuuuuito tempo. Não é agora que isso vai mudar, nem bagunçar as nossas vidas! wink