Não aceite a submissão como moeda de troca

Você pergunta e a Karlinha responde com um conselho amigo, uma palavra de carinho...

Penso em me separar, mas não tenho coragem, porque dependo financeiramente do meu marido. O fato é que não o amo mais e fico com receio de  me arrepender e me  dar mal…

E. A., por e-mail

Sei que não é fácil dar um basta num casamento, mas é fácil conviver com quem você não ama? Entendo também que a dependência financeira a faz duvidar da sua capacidade de se manter por si só. Porém, todos somos capazes. Portanto, creio que chegou a hora de você buscar o que a fará feliz de fato. Tem mais: toda separação implica em direitos legais. Logo, você não ficará totalmente desprovida de “apoio”. Já é um começo… Depois, com vontade, você há de encontrar meios de se sustentar. É boa na cozinha? Que tal vender bolos? Sempre existirá algo que poderá ser o pontapé para a independência. O que você não pode é aceitar a submissão como moeda de troca.

Sua amiga Karlinha

 

Envie sua dúvida para o e-mail: anamaria.abril@atleitor.com.br ou anamaria.abril@abril.com.br

Seu nome não será publicado