O que você deseja: ser feliz ou ter razão?

Ser dona da verdade nem sempre é o caminho mais inteligente. Provar que sempre está certa pode ser desgastante. Para ajudá-la, selecionamos cinco situações do dia a dia, que foram analisadas pela psicoterapeuta Eliana Barbosa.

 

Pense antes de brigar, às vezes se poupar é melhor negócio.
Foto: Getty Images


No trabalho

Situação
Um colega do escritório tentou me passar a perna. Todo mundo confia em mim. Mesmo assim, fico pensando se deveria provar que fui vítima.

O que fazer
Seja feliz e banque a superior. Envie um e-mail discreto para seu chefe lamentando o ocorrido e só. Talvez seja exatamente um escândalo que esse colega esteja querendo, para dizer que você é desequilibrada.


No trânsito

Situação
Quando meu marido está dirigindo, sempre quer fazer o caminho dele, mesmo estando errado. Fico em dúvida se discuto até fazê-lo mudar de ideia.

O que fazer
Seja feliz, afinal, não é legal se irritar com bobeira! Seja madura, fique calma e deixe-o aprender com o erro. Se não houver discussão, ele se acalmará e logo estarão em sintonia de novo.


Na dieta

Situação
Estou acima do peso e, pela milésima vez, comecei uma dieta. Estou de TPM e louca para comer um doce, mas sei que minha família vai me regular.

O que fazer
Seja feliz! Todo mundo pode ter um dia de “lixo” por semana e você não deve explicações a ninguém. Coma assumindo sua necessidade, sem se culpar. Você decide o que é melhor (ou não) para a sua dieta.


Na balada

Situação
Uma amiga quer sair para beber e sugere um bar que, da última vez em que fomos, ela detestou. Eu aviso, mas ela teima que nunca esteve lá antes.

O que fazer
Seja feliz, pois discutir com o tipo cabeça-dura é, definitivamente, uma péssima ideia. É como dar murro em ponta de faca. Vá se divertir. Mais tarde, ela vai lhe dar razão.


No namoro

Situação
Ele me traiu. Descobri fuçando no celular e, quando perguntei a ele, ouvi que sou maluca.

O que fazer
Se você tem provas da mentira, está com toda a razão. Não deixar passar: você não merece viver uma relação enganosa. Coloque-se em primeiro lugar e pense bem se vale a pena seguir adiante com ele.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s