Sem quartos reservados, time feminino do Santos dorme em saguão de hotel

Emily Silva, a treinadora da equipe, postou vídeos do ocorrido e pediu por mais consideração com o futebol feminino.

Em um protesto feito no Instagram, a atual treinadora do time feminino do Santos, Emily Santos, reclamou do descaso com o futebol feminino. Ao chegarem em Manaus para uma partida do Campeonato Brasileiro, as jogadoras foram obrigadas a dormir na recepção do hotel, porque os quartos delas só estavam reservados para o dia seguinte.

Com uma sequência de seis vídeos publicados no perfil oficial da treinadora na madrugada de segunda (15) para terça-feira (16), ela mostra a equipe acomodada nas poltronas do saguão do hotel. E em seguida, fez um protesto sobre como o futebol feminino não tem o mesmo respeito e investimento do masculino.

Essa é a organização do nosso futebol para mulheres no Brasil. Saímos de Santos às três horas da tarde, e a senhora CBF e senhora Pallas, que é a empresa que faz toda nossa logística de viagem [disseram] que não tinha voo para amanhã. Mandaram a gente num voo hoje, picado, com escala em Brasília, e nós chegamos no hotel e não tem vaga para nós. Então, nós vamos dormir aqui hoje, na recepção do hotel. Esse é o respeito que as pessoas têm com o futebol feminino no Brasil”, enfatizou a treinadora. 

Ela também trouxe para o debate outros times femininos que passam por situações semelhantes à vivida pelo Santos – ou ainda piores. “O vídeo de hoje é para falar da nossa ex-atleta, Jéssica, que ainda lava roupa da equipe dela para jogar. Para falar da equipe do Vitória, que tem que jogar uma hora de onde elas estão. Nós temos que chegar na Bahia, viajar mais uma hora para jogar. Temos o Esporte, que saiu de Santos depois do jogo, e teve que pegar um voo dez horas da noite. […] Quem são os responsáveis por tudo isso?”, indagou Emily.

Nesta terça-feira (16), o Santos publicou uma nota oficial sobre o assunto no perfil do Instagram, direcionado à equipe feminina. Além de confirmar o que a treinadora já havia exposto, a publicação explicou a relação do assunto com a CBF e fez um pedido de mais consideração pelo time. “O Santos FC lamenta o ocorrido e exige que esse tipo de problema não mais prejudique o desempenho físico e emocional das atletas nas competições”, diz a nota. 

Até o fechamento dessa matéria, a CBF ainda não havia se pronunciado.

 

☆ Descubra o significado de MARTE no seu Mapa Astral ☆