Street View 10 anos: vá a 10 pontos turísticos sem sair do lugar

Além de útil para traçar caminhos, a ferramenta do Google permite que você conheça boa parte do mundo ficando exatamente onde está

Tanto faz se o caminho será de carro ou a pé: é bem difícil arriscar um trajeto pela primeira vez sem antes dar uma pesquisadinha no Street View. Lá a gente encontra ou cria boas rotas e, de quebra, conhece os arredores do lugar e memoriza referências visuais para não se perder.

Por incrível que pareça e por mais que isso já seja super comum no dia a dia, faz apenas dez anos que o Google lançou a ferramenta, com o registro de alguns poucos lugares nos EUA – no Brasil ela chegou há sete anos, em 30 de setembro de 2010. E se no começo tudo era mato, hoje são 83 países mapeados com imagens em alta definição e em 360 graus.

Nesse tempo, o tradicional carrinho do Google ganhou a companhia de bicicletas, mochilas (chamadas de trekkers), trolleys, motos de neve e adaptações em barcos e até em camelos na frota usada para captar as imagens que pesquisamos. É graças a eles que dá para ir além da pesquisa de caminhos e conhecer até pontos turísticos como as pirâmides do Egito (obrigada, camelos!). Escolhemos 10 lugares para você passear virtualmente. Boa viagem!

Cristo Redentor (Rio de Janeiro, Brasil)

 (Google Street View/Reprodução)

Não poderíamos começar por outro lugar que não o maior símbolo do Brasil em todo o mundo! No topo do morro do Corcovado, a estátua “olha” boa parte do Rio de Janeiro, e nós também podemos olhar toda essa beleza fazendo uma visita virtual ao Cristo Redentor. A paisagem, inclusive, é um Patrimônio Mundial da UNESCO. É um ângulo mais lindo que o outro.

Muralha da China

 (Google Street View/Reprodução)

Boa parte dos 21.196 km da maior estrutura militar de defesa do mundo pode ser “caminhada” por meio do Street View. Como o caminho é longo, faça-o quando estiver com um bom tempo livre, assim poderá aproveitar também as vistas maravilhosas do entorno da construção. Clique aqui para fazer um passeio virtual pela Muralha da China.

Rota 66 (EUA)

 (Google Street View/Reprodução)

Aproximadamente 85% dos 3.940 km da antiga rota de Chicago (Illinois) a Santa Monica (Califórnia) ainda são transitáveis para um carro de passeio; quando se faz a Rota 66 pelo Street View, os 15% originais podem ser recuperados à distância. No mundo real, alguns trechos precisaram ser substituídos por vias novas e em melhores condições, mas aqui para a gente isso não faz diferença. Trajeto bom para fazer ao som dos Rolling Stones.

Coliseu (Roma, Itália)

 (Google Street View/Reprodução)

Faltam uns pedacinhos aqui e outros ali, mas a majestade do Coliseu cativa turistas século após século. É o maior anfiteatro já construído no mundo em qualquer tempo histórico, e presume-se que em seus áureos tempos ele comportasse até 80 mil pessoas! No Street View você pode conhecer o Coliseu por dentro e ver com detalhes a construção de concreto e areia.

Taj Mahal (Agra, Índia)

 (Google Street View/Reprodução)

Alguns dizem que o Taj Mahal é a maior prova de amor do mundo, pois foi construído pelo imperador indiano Shah Jahan em memória de Aryumand Banu Begam, sua esposa favorita – a construção, inclusive, está sobre o túmulo dela. O nome vem do apelidinho amoroso de Begam: Mumtaz Mahal (a joia do palácio). Que lindo! No passeio pelo Taj Mahal no Street View é possível fazer todo o trajeto pelos jardins e espelhos d’água até chegar ao monumento de mármore branco.

Monte Everest (Nepal)

 (Google Street View/Reprodução)

A equipe do Google não chegou ao topo da montanha mais alta do mundo, que fica a 8.848 m de altitude, mas fez um bom caminho na parte mais baixa – e, explorando os ângulos mais altos, é possível vê-la quase por inteiro. Para passear pelo Monte Everest pelo Street View, a rota começa no acampamento de base (que tem a última parte colorida que você verá neste rolê) e segue por alguns quilômetros. A parte boa é que a gente não passa frio olhando daqui.

Pirâmides de Gizé (Cairo, Egito)

 (Google Street View/Reprodução)

As pirâmides mais famosas do Egito ficam no complexo chamado Necrópole de Gizé. Lá estão Quéops, Quéfren e Miquerinos, e o pessoal do Street View fez o passeio pelas pirâmides de Gizé passando por toda a sua volta. Dá para ver as pedras com uma riqueza de detalhes incrível. Além de ser a mais antiga das maravilhas do mundo antigo, o roteiro vale para prestigiar o trabalho do equipamento adaptado em camelos, né? 🙂

Stonehenge (Inglaterra, Reino Unido)

 (Google Street View/Reprodução)

Há quem diga que a formação circular tivesse finalidade agrícola, há quem defenda que seu uso era astronômico ou religioso, um estudo mais recente encontrou indícios de que tudo está sobre um cemitério no mesmo formato. Mas todos concordam que não existe um círculo de pedras mais famoso e atraente no mundo. Fazendo um passeio por Stonehenge no Street View, você pode admirar as pedras em conjunto, de longe, ou analisar suas texturas bem de pertinho – mais perto do que você poderia chegar pessoalmente, inclusive.

Machu Picchu (Peru)

 (Google Street View/Reprodução)

A cidade perdida dos incas fica a 2.400 metros de altitude e pode ser todinha conhecida virtualmente. Ao visitar Machu Picchu pelo Street View, conseguimos ver os 30% originais das construções e o restante que foi construído depois da descoberta das ruínas. O importante é que está tudo lá: a área agrícola, com terraços enormes, e a urbana, com ruas bem organizadas, templos, praças, casas e mausoléus. É impressionante!

Beco Diagonal (Londres, Inglaterra, Reino Unido)

 (Google Street View/Reprodução)

Ninguém resiste à saga Harry Potter, nem o Google! O Beco Diagonal dos estúdios da Warner em Londres entrou no Street View e faz a gente se sentir no meio do comércio e da ação das histórias de J.K. Rowling. Quer sentir essa emoção? Faça um tour virtual pelo Beco Diagonal. Você vai amar!