Três destinos nacionais para curtir o turismo de aventura

Que tal curtir uma aventura em família? As lindas paisagens de três destinos no Brasil valem a viagem até de quem não arrisca

Grupo faz rafting em Brotas
Foto: Divulgação


Diversão radical
Tudo começou há cerca de 20 anos, quando os praticantes de boia-cross e rafting invadiram Brotas (SP) para aproveitar as corredeiras do rio Jacaré-Pepira. De lá para cá, essa vocação natural para esportes radicais transformou a cidade na meca dos aventureiros paulistas.

Entre as principais atrações estão as cachoeiras, como a do Cassorova (com 60 m de queda) e a do Saltão (70 m) – quase todas em fazendas particulares, que cobram entrada e têm estrutura para passar o dia em família.

O passeio de quadriciclo, o voo de ultraleve e as tirolesas garantem a mesma emoção. É bom lembrar: parte das atrações fica em municípios vizinhos, com acesso por estradas de terra ou de asfalto precário (a saída é usar os traslados oferecidos pelas agências locais). Nos feriados, tudo fica lotado, portanto é preciso reservar hotéis e passeios com antecedência.

Cachoeiras
Na região do Vale do Itajaí, Timbó (SC) é o ponto de partida para um dos mais atraentes circuitos de aventura do sul do país. Há atividades na própria cidade, como voos de parapente, e em municípios vizinhos.
 

Três destinos nacionais para curtir o turismo de aventura

Duas fotos da cachoeira Véu de Noiva
Fotos: Divulgação/Prefeitura de Doutor Pedrinho


Apiúna tem cerca de 100 cachoeiras e o rafting no rio Itajaí-Açú é indicado até para iniciantes. Em Benedito Novo (14 km), a atração é o Salto do Zinco, cachoeira com 80 m de queda.

Vale visitar Véu de Noiva e Paulista, duas das mais belas quedas-d’água do estado, localizadas em Doutor Pedrinho (36 km). Presidente Getúlio (66 km), com o Cânion dos Índios (para fazer trekking e rapel) e Rio dos Cedros (11 km), com a Cachoeira do Índio, completam a viagem.

Caminho das águas
O Distrito de Serra do Cipó (MG), perto da capital mineira, é a porta de entrada da região conhecida pelo mesmo nome, formada por montanhas, cachoeiras, cânions e campos floridos. Não é por acaso que as várias pousadas charmosas que se espalham pela cidadezinha de ruas de terra lotam nos fins de semana.
 

Três destinos nacionais para curtir o turismo de aventura

Grupo escala o Morro da Pedreira
Foto: Divulgação


O Parque Nacional, santuário da flora brasileira, tem trilhas em campos de altitude, nascentes, riachos e cachoeiras das bacias dos rios São Francisco e Doce. Tanta diversidade ao redor da serra pede um olhar mais apurado. Você estará sempre em contato com flores ornamentais:
basta contemplá-las, principalmente no outono e na primavera.

Confira ainda as pousadas, os restaurantes e o que fazer nos três destinos turisticos!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s