Urubici, em Santa Catarina: o destino perfeito para a viagem de inverno

Urubici, em Santa Catarina, é considerado o destino ideal para uma viagem de inverno. Conheça as principais atrações, que vão de montanhas a cachoeiras e programe-se!

O Cânion do Espraiado é um dos principais atrativos de Urubici e pertence à reserva do Parque Nacional de São Joaquim
Foto: Reprodução Revista MÁXIMA

Prepare-se para um inverno gelado, entre montanhas e cachoeiras. Em termos de frio, no Brasil, Urubici, em Santa Catarina, é a primeira cidade da lista. Nela foi registrada a temperatura mais baixa do país, em junho de 1996: inacreditáveis -17,8ºC. A marca deu fama ao destino, que recebe muita gente entre junho e agosto – época em que até neve pode cair. Quando cai, é uma festa, tanto na cidadezinha como em suas principais atrações.

Uma delas é o topo do Morro da Igreja, lugar onde o recorde foi registrado. Lá de cima, a 1822 metros de altitude, a vista para a serra e a pedra furada, cartão-postal local, impressionam tanto como o clima que quase congela. A área pertence ao Parque Nacional de São Joaquim, unidade de conservação que também ajuda a preservar outra estrela local, a Cascata Véu de Noiva (a água desliza por uma enorme pedra arredondada até chegar ao poço natural).

Outro passeio imperdível é a Serra do Corvo Branco, um trecho de cinco quilômetros da estrada SC-439, que liga Urubici a Braço do Norte. Só 600 metros são asfaltados, bem no local onde estão o maior corte feito em rocha no Brasil (90 m de altura e 100 m de comprimento) e as melhores paradas para fotos, que podem contemplar até o litoral sul do estado. Outra estrada, a que leva a São Joaquim, leva também a mais uma cachoeira, a gigante Avencal, com 100 metros de queda. Não há poço para banho (o que não chega a ser um problema numa região tão fria), mas mirantes que permitem ver a atração de vários ângulos. Para explorar a cidade com mais aventura, vale apostar nos trekkings oferecidos por duas agências da cidade. As caminhadas duram a partir de quatro horas e podem passar por grutas, nascentes e bordas de cânions. Uma paisagem mais surpreendente que a outra.

Onde Ficar

Fazenda Cambuim
No amplo terreno da pousada, três belas cachoeiras conquistam a atenção de quem se hospeda aqui. E o melhor: da varanda de algumas acomodações, você tem vista para as quedas-d’água e para o cânion Cambuim.
Contatos: (0**49) 9129-4536 e (0**49) 9118-5884, www.cambuim.com.

Pousada Kiriri-etê
O terreno, no alto de um morro, está encravado na Serra do Panelão. E para tirar o máximo de proveito desse visual, vale se hospedar nas unidades com janelões de vidro – a vista panorâmica para os vales e montanhas vale a viagem.
Contatos: (0**49) 3278-5481, www.kiririete.com.  

Pousada Alto da Colina
Instalada a 400 m de altura, garante bela vista panorâmica para a cidade. O casal de proprietários (ela brasileira, ele alemão) cuida de cada detalhe pessoalmente – inclusive da decoração, composta por peças que ele, capitão de navio, traz de suas viagens pelo mundo. Os quartos não são muito espaçosos, mas contam com TV de LCD, DVD e cama-box.
Contatos: (0**49) 3278-4669, www.pousadaaltodacolina.com.

Onde comer

A Taberna (variada)
Av. Pref. Natal Zilli, 3330, saída p/ Lages (Esquina), 3 km. Contatos: (0**49) 3278-5121, urubici.net. 2ª/6ª 18h/22h, sáb. 12h/15h e 18h/22h, dom. 12h/15h.
Tem atmosfera de bistrô e cardápio eclético. O carro-chefe é a truta à portuguesa, que leva o peixe polvilhado com farinha de rosca, acompanhado de batata, cebola, pimentão, ovo cozido, azeitona preta e tomate. Serve duas pessoas. Durante o inverno prepara várias receitas com pinhão.

Átrio (variada)
Av. Rodolfo Andermann, 886 (Esquina).  Contatos: (0**49) 3278-5140, atriorestaurante.com.br. Cd: M, R, V. 5ª/6ª 19h/23h, sáb 12h/23h, dom. 12h/15h. jul. e jan.: 3ª/6ª 19h/23h, sáb. 12h/23h, dom. 12h/15h.
Instalado em um bonito casarão, com pé-direito alto, ambiente com luz baixa e um espaço para crianças. A truta, estrela da gastronomia local, pode chegar à mesa em uma receita com pasta de pinhão, legumes e arroz.

Canto do Sabiá (comidinhas)
Av. Adolfo Konder, 763 (Centro). Contatos: (0**49) 3278-4181, cantodosabia.com.br. 2ª/6ª 18h/22h, sáb/dom 15h/22h. jan, mai/ago e dez: 2ª/dom 15h/22h.
Toda a decoração está à venda, bem como as portas, mesas e cadeiras . No menu, wraps, saladas, sanduíches, tábuas de frios e pizzas brotinho. Para acompanhar, 26 bebidas à base de café. Entre maio e agosto monta bufê de sopas nas noites de sábado.

Urubici, em Santa Catarina: o destino perfeito para a viagem de inverno

As paisagens de Urubici são encantadoras
Foto: Divulgação

O que fazer

Cachoeira do Avencal
É fácil chegar de carro às duas entradas. A primeira leva à parte alta da cachoeira, onde há dois mirantes – um ao lado e outro de frente para a queda, ambos ótimos para fotos – e área para rapel (só com equipamento próprio) e tirolesa (175 m, R$ 20). Na segunda, vê-se toda a cascata por baixo. Não há poço para banho. Acesso para a parte alta: km 34 da SC-430 p/ São Joaquim, 7,5 km (1,5 km de terra); parte baixa: km 29,5 da SC-430 p/ São Joaquim, 6 km (4 km de terra), mais 20 minutos de caminhada. Contatos: (0**49) 9102-8729. R$ 3*.

Cascata Véu de Noiva
A água desliza por uma enorme pedra arredondada – no inverno, a queda chega a congelar. Você pode curtir a cascata na parte de baixo, mergulhando no poço natural, e na parte de cima, deslizando na tirolesa de 230 m (R$ 15*). R$ 2*. Contatos: (0**49) 3278-5325.

Morro da Igreja (1 822 m)
No topo do morro, cume da Serra Geral, está o Centro de Controle de Tráfego Aéreo, onde foi registrada a menor temperatura no Brasil até hoje (-17,8 °C). Mesmo sem frio, o passeio compensa: do lugar há bela vista das serras e da Pedra Furada, cartão-postal local. Se houver neblina, nem termine a subida – a visibilidade fica prejudicada e a Aeronáutica fecha o acesso ao topo. Outro bom mirante fica no Chalé do Clé, empório de produtos naturais no km 2 da via.
Estr. do Morro da Igreja (acesso pelo km 13 da SC-439 p/ Braço do Norte), 31 km (13 km de terra).

Serra do Corvo Branco (1 749 m)
Trecho de 5 km da SC-439 que liga Urubici a Braço do Norte. Só 600 m são asfaltados, mas num dos principais trechos: o topo, onde há o maior corte feito em rocha no Brasil (90 m de altura e 100 m de comprimento) e as melhores paradas para fotos. Quando começa a íngreme descida, a estrada de terra fica esburacada. Acelerar pouco nas curvas fechadas é a melhor dica para avistar os contrafortes da serra e o litoral sul do estado. SC-439 p/ Braço do Norte, 30 km (27 km de terra).

Morro do Campestre (1 200 m)
Mirante natural com vista para todo o vale do rio Canoas, o morro é conhecido também pelas formações areníticas. O acesso é feito pela Fazenda Morro da Cruz, propriedade particular aberta a visitação. SC-439 p/ Rio Rufino, km 7, 11 km (8 km de terra, com 1 km íngreme e precário, mais 10 minutos a pé). R$ 2*.

Fazenda Chapada do Lajeado
Lugar para passar o dia e experimentar o clima de fazenda. O preço (R$ 100) inclui ordenha, camargo (leite com café forte), churrasco típico, chá da tarde e passeios a cavalo (quem chega só para fazer as cavalgadas paga R$ 30* por hora para percorrer trechos de mata e o pomar de maçãs). SC-430 p/ São Joaquim, km 51, 22 km (Vacas Gordas). Contatos: (0**49) 9135-3966.

Trekkings
Duas agências organizam roteiros de 4h a quatro dias, que exploram a paisagem da serra – grutas, nascentes e bordas de cânions (R$ 50* a R$ 600*). Corvo Branco Expedições. Contatos: (0**49) 3278-2096 r. 24 (refugio@riocanoas.com.br); Graxaim. Contatos: (0**49) 3278-5617.

*Preços sugeridos em junho/2011

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s