Vídeo: E se cada cantada de rua fosse substituída por cheesebúrguer?

"Você jogaria um cheesebúrguer na sua mãe?". É, acho que não.

Cansada do modo como as mulheres são assediadas, a comediante Tess Paras decidiu fazer um vídeo para mostrar como seria o dia a dia feminino se, por um acaso, as agressões verbais fossem substituídas por cheesebúrgueres. 

Na gravação, Tess aparece caminhando normalmente pela rua até que homens desconhecidos começam a lhe dar cheesebúrgueres que não foram solicitados.

Reprodução/Youtube TessTubeBaby Reprodução/Youtube TessTubeBaby

Reprodução/Youtube TessTubeBaby (/)

Ela: “Quem precisa de cheesebúrgueres dados por estranhos?”
Ele: “Ei, eu amaria se estranhos me dessem cheesebúrgueres o tempo todo!”

Reprodução/Youtube TessTubeBaby Reprodução/Youtube TessTubeBaby

Reprodução/Youtube TessTubeBaby (/)

Em uma das cenas, sua amiga aparece vestindo uma blusinha estampada com um sanduíche. “Ei, você está pedindo por isso ao estar vestida dessa maneira”, afirma um dos rapazes, fazendo uma analogia a quem critica que as mulheres são as grandes culpadas pelo assédio que sofrem por conta da maneira como se vestem – e ironizando quem enche o peito para falar tamanho absurdo.

Reprodução/Youtube TessTubeBaby Reprodução/Youtube TessTubeBaby

Reprodução/Youtube TessTubeBaby (/)

Em um restaurante, depois de ter alguns cheesebúrgueres arremessados em sua direção, a mulher se levanta e fala com o agressor de maneira bem direta: “Você jogaria um cheesebúrguer na sua mãe?”. E é claro que ele fica sem saber o que responder. Ponto para a Tess!

Ao BuzzFeed americano, a atriz explicou que que o trabalho foi feito com o intuito de mudar a ideia de que cantadas são elogios e que todas as mulheres deveriam apreciá-las. Além disso, ela também mencionou que o projeto explora como as cantadas podem ser ofensivas, já que podem depreciar a imagem da mulher.

Confira o vídeo! (em inglês)

 

 

E você? O que faria se cantadas fossem cheesebúrgueres?