Adote um gatinho

Saiba como adotar um gatinho e ajudar a salvar os felinos das ruas e do abandono!

Adote um gatinho

Adotar um bichinho é um ato de amor e respeito aos animais
Foto: Lia Camargo – Just Lia

Pelas ruas sempre vemos gatinhos abandonados precisando de alguém que dê carinho e um lar. Apesar de aprenderem a viver sozinhos, os gatos – assim como qualquer outro bichinho de estimação – precisam de água limpa, comida, cuidados com a saúde e carinho. Na rua, eles são mal tratados e correm grande risco de pegar doenças de outros animais. Infelizmente, no Brasil, ainda existe certo preconceito contra os bichinhos, que sofrem com crueldades e são alvo de muita violência.

Proteção aos bichos

Em diversos estados do país existem ONGs e abrigos que apoiam e auxiliam no cuidado e na adoção de gatinhos. Eles têm histórias chocantes de pets que além de abandonados, foram brutalmente maltratados. É raro algum animal recolhido das ruas que não esteja assustado e doente. No Brasil, os bichinhos são protegidos pela Lei 9.605/98, de crimes ambientais, e pelo artigo 25 da Constituição Federal, que diz que o poder público deve manter o meio ambiente equilibrado e a salvo. 

O diretor geral da PEA (Projeto Esperança Animal) Carlos Rosolen diz que não há um número específico de quantos felinos são abandonados, mas acredita que por mês, aproximadamente 1.000 gatos são deixados nas ruas de São Paulo ”É possível estimar tal quantidade com base no número de eutanásias realizadas pelo Centro de Zoonoses. Isso antes da aprovação da Lei Estadual que agora proíbe a tal prática. Os números anuais chegavam a 20 mil animais mortos e destes, aproximadamente, 20% eram felinos.”

Adote um gatinho

Atualmente, o Adote um gatinho tem cerca de 200 gatos disponibilizados para adoção
Foto: Lia Camargo – Just Lia

Adoção

A PEA tem como foco de atuação o combate ao abandono e aos maus tratos em geral e por isso, desenvolveram o site www.queroumbicho.com.br que é cedido gratuitamente às prefeituras. Qualquer uma delas, em todo o país, pode usar esse site para divulgar os animais recolhidos das ruas e doá-los para novos lares.

A ONG ”Adote um gatinho”, em São Paulo, é uma das que recolhe gatos das ruas e providencia todos os tipos de tratamentos necessários para recuperar e conseguir uma adoção. Desde 2003, mais de 3.300 gatos já ganharam um lar por meio do projeto. “Quando encontramos algum gatinho passando necessidade na rua, nós o acolhemos, cuidamos de sua saúde e o encaminhamos para adoção.” conta a voluntária Mariana Candeias. Mas hoje o Adote um Gatinho se tornou uma ONG conhecida pelos admiradores de felinos. “Chegam dezenas de pedidos de socorro diariamente por email e procuramos atender os casos mais urgentes sempre que temos vagas para novos gatinhos”, conta Mariana.

A quantidade de animais adotados varia de acordo com a época do ano. ”Durante as férias escolares doamos menos gatos, pois as pessoas preferem viajar, passear e deixar a adoção para depois. Mas, em média, doamos de 1 a 2 gatos por dia”, diz Mariana.

Confira a galeria de fotos dos gatinhos que estão disponíveis para adoção na ONG ”Adote um gatinho”

 

Para adotar um gatinho é preciso seguir alguns critérios:


. Morar em casa segura com muros altos ou apartamento qu e tenha rede de proteção para que eles não escaparem ou caiam da janela;
. Ter condições financeiras para arcar com despesas básicas como ração de qualidade e veterinário;
. Dar atenção, carinho e saber cuidar do bichinho do jeito que ele merece. 

No site da ONG, as voluntárias explicam o motivo de serem exigentes com as famílias que pretendem adotar um gato. ”Já sofremos bastante com algumas adoções ”erradas” no início de nosso trabalho e, podemos até pecar por excesso de zelo, mas é por amá-los demais que nos tornamos tão criteriosas.”

Veja mais: Antes de adotar tenha certeza de que…

Não quer adotar, mas quer ajudar? Saiba como!


Além da adoção, é possível ajudar os bichinhos abandonados de outras maneiras. 

. Apadrinhe um gatinho – Dá para ajudar os gatinhos que tem poucas chances de serem adotados com R$5,00 por mês ou com ajuda em produtos para manter o bichinho.
. Doações – A ONG aceita doações de remédios, comida, cobertores, brinquedos, etc.
. Compras na lojinha – Eles vendem produtos e entregam em todo Brasil. 

A adoção de um bichinho salva a vida daqueles que foram abandonados e ainda evita o estímulo do comércio indiscriminado de animais. E acredite: você será muito bem recompensado por eles com muito amor e companheirismo!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s