Azul escuro: elegância na decoração da casa

Decore a casa com azul escuro e garanta a serenidade e o equilíbrio

Saiba como usar azul escuro na decoração da casa
Foto: Rogerio Voltan

Azul é a cor preferida da humanidade. Uma pesquisa da universidade inglesa de New Castle com 208 homens e mulheres, chineses e britânicos, apontou o favoritismo da cor, embora o público feminino tendesse mais a suas tonalidades avermelhadas, que se aproximam do lilás e do rosa.

Na escala de cores, o azul é a mais fria e profunda. Os egípcios, que desenvolveram o pigmento na Idade Antiga, a consideravam a cor da verdade. No manto de Nossa Senhora, ele representa a pureza, e no budismo tibetano, a sabedoria transcendental, que abre o caminho da libertação.
 

Azul escuro: elegância na decoração da casa

Como a folha na margem desta tigela, a presença do azul é elegância e graça
Foto: Rogério Voltan

O infinito mundo azul é rico em matizes e significados. O que mais se vê agora é um tom médio batizado de azul bic (em referência à tampa da caneta). “Alguns também o chamam de azul Klein, embora seja menos violáceo que o tom patenteado pelo pintor francês Yves Klein, que o utilizou para tingir o corpo de uma modelo e, assim, reproduzi-lo em diferentes obras”, explica Raquel Valente Fulchiron, professora de desenho de moda.
 

Azul escuro: elegância na decoração da casa

O azul escuro preenche o coração de serenidade e esfria os ânimos quando o clima esquenta
Foto: Rogerio Voltan

Segundo Raquel, estamos no fim de um período de cores frias, que começou com violetas e lilases anos atrás. “A onda azul hoje também se inspira nos anos 1980, uma tendência que permanece no verão”, acrescenta Wesley dos Santos Paixão, professor de química industrial têxtil.