Como ajudar seu filho a lidar com as mudanças do corpo na adolescência

Quando estão entrando na puberdade, pré-adolescentes precisam adotar novos produtos e hábitos de higiene. Mas é preciso falar com jeitinho sobre esse tema com eles.

Foto: Getty Images

Mau cheiro nos pés e axilas

Odores fortes nessas regiões começam a aparecer entre 8 e 9 anos. Para controlar o chulé, fale para a criança deixar os tênis expostos ao sol assim que os tirar e jamais usar a mesma meia duas vezes seguidas. Vale lavar os calçados a cada dez dias. Quanto ao cecê, nada de dizer que o garoto está cheirando mal. Fale, com delicadeza, que ele cresceu e agora precisa usar desodorante. Compre um sem perfume. Tomar pelo menos um banho todo dia é essencial, claro!

Nascimento dos pelos

Nas meninas, acontece cerca de dois anos após o aumento das mamas. Nos meninos, após o crescimento dos testículos. Se sua filha se incomoda com os pelos, leve-a para se depilar com cera. O método da linha é uma boa para o buço. Evite cremes depilatórios, pois são agressivos. No caso dele, é melhor esperar a barba ficar cerrada para começar a tirar. Seu filho quer mesmo eliminar a penugem? O pai deve ensiná-lo a usar a lâmina com cuidado.

Oleosidade da pele e do cabelo

Os hormônios da puberdade podem deixar o cabelo e a pele oleosos. Para cuidar dos fios, o melhor é lavá-los todos os dias com produtos que controlam o problema. Se a pele apresentar espinhas, leve seu filho ao dermatologista. É um erro acreditar que a acne faz parte dessa fase e que não precisa ir ao médico. Sem um tratamento adequado, o adolescente pode ter sérios problemas de autoestima e ficar com marcas difíceis de eliminar no futuro.

Fontes: Maria Alice Fontes, doutora em psicologia e diretora da clínica Plenamente; Ricardo Barros, hebiatra do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG), da UFRJ