Como ajudar seu filho na escola

Saiba como ensinar a importância dos estudos para o seu filho. Confira as dicas

Defina um local de estudo: esse ambiente deve ser calmo e silencioso
Foto: Dreamstime


Seu filho detesta estudar? Tatiana Sessa, autora do livro E Agora? Meu Filho Não Gosta de Estudar (Ed. Best Seller), dá dicas certeiras para que a molecada goste dos livros, comporte-se em sala de aula e tire boas notas. Confira:

Estude junto com ele: se você não tem a menor ideia de como ajudá-lo na tarefa, que tal dar uma olhada no livro da matéria? Assim, os dois aprendem coisas novas.

Faça ele ensinar você: quando não compreender alguma parte da tarefa, você também pode pedir que seu filho lhe explique. Funciona como uma chamada oral.

Respeite os professores: mesmo que a escola seja particular, jamais trate os professores como seus empregados nem critique os funcionários na frente de seu filho.

Não desautorize o pai: você e seu companheiro devem conversar sozinhos antes de tomar decisões, para evitar que um permita algo que o outro proibiu, por exemplo. Essa dica é especialmente importante para filhos de pais separados.

Diga “não” sem culpa: quando o “não” tem argumentos fortes e claros para seu filho, ele aprende a lidar com os limites e entende que não pode ter tudo o que quer na vida. Só não vale dizer o famoso “é não porque não”: isso não ensina nada, só serve de muleta.

Estipulem horários juntos: organizem uma rotina de estudo: seu filho mesmo pode sugerir os melhores horários para isso.

Defina um local de estudo: esse ambiente deve ser silencioso, sem interferência de TV, celular e internet.

Descubra como ele aprende: há quem aprenda melhor fazendo resumos e quem precise ler em voz alta.

Elogie o esforço, não só a nota: falar que ir bem na escola “é obrigação” não motiva ninguém a se dedicar mais…

Aproxime-se de seu filho: com confiança, ele abrirá o jogo sobre as dificuldades que encontra nos estudos.

Troque sermão por diálogo: em vez de dar uma bronca a cada nota baixa, preste atenção ao que ele tem a dizer.

Faça-o a escrever à mão: acostume seu filho a responder bilhetinhos por escrito, sem usar o computador. Isso vai deixá-lo mais seguro ao escrever redações e, de quebra, melhora a letra.

Associe o aprendizado com a diversão: fazer um bolo, uma pesquisa no zoológico ou um experimento de ciências pode ser tão instrutivo quanto divertido.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s