Como colecionar obras de arte em casa

Siga as dicas e transforme os ambientes da sua casa em verdadeiras galerias de arte

Na hora de comprar uma obra de arte, não procure apenas peças que possam ter valor no futuro. Mas sim, as que te agradam
Foto: Getty Images

A atriz Patrícia Barros não é apenas mais um rostinho bonito. Ela estudou história da arte, adora obras contemporâneas, coleciona câmeras fotográficas e já começa a montar seu próprio acervo.

Gravuras, pinturas, desenhos em preto e branco e paisagens tomam as paredes da sala de jantar da atriz. No rol, estão artistas renomados, como Beatriz Milhazes e o fotografo J.R. Duran. Veja as dicas de Patrícia para iniciar sua própria coleção:

1. Frequente exposições, galerias e feiras.

“Busque referências em museus e torne-se visitante assídua de galerias, vernissages e feiras importantes do setor. Procuro ir sempre à SP Art, realizada em São Paulo, e à Art Basel, em Miami.”

2. Deixe a vergonha de lado e consulte especialistas.

“Não tenha inibição e tire suas dúvidas com um galerista ou marchand. Vale perguntar até o preço dos quadros aos profissionais.”

Como colecionar obras de arte em casa

A atriz Patrícia Barros em uma sala repleta de obras de arte e fotografias
Foto: Marcos Pinto/ Revista Contigo

3. Fique de olho em novos artistas

“Muitos jovens criadores têm trabalhos incríveis a preços ótimos. Os novos movimentos costumam surgir na internet e em pequenas galerias.”

4. Siga suas emoções.

“Quando compro uma obra, não tenho a pretensão de investir. Busco o que me agrada, me move e mexe com meus sentimentos. Sempre dá certo!”

5. Não leve a arte muito a sério.

“Digo isso no melhor dos sentidos. Arte é liberdade! Então, permita-se brincar com desenhos e molduras. Que tal encher uma parede de quadros? Só não se descuide da limpeza e conservação da coleção.”