Como cuidar da fertilidade hoje para ser mãe no futuro

A edição de setembro da Revista WOMEN'S HEALTH aponta quais são os cuidados que a mulher precisa ter para preservar a fertilidade no futuro - quando pode bater a vontade de ser mãe

Siga o mdemulher no Instagram

Vai adiar a maternidade? Cuide da sua fertilidade hoje para ser mãe no futuro
Foto: Reprodução / Revista WOMEN’S HEALTH

Se você está na faixa dos 20 aos 30 anos, provavelmente sua vida se divide entre ir para a balada, estudar, trabalhar, viajar, namorar e fazer planos de todo tipo, menos um: ter filhos. Pelo menos por enquanto. Certo?

Você não é a única, a chegada dos bebês tem sido cada vez mais adiada. Uma matéria especial da edição de setembro da WOMEN’S HEALTH mostra que essa tendência é confirmada por estatísticas do IBGE. No registro de nascimentos, a porcentagem de mamães com mais de 30 anos subiu de 23%, em 1999, para 28%, em 2009. “Nas classes mais altas, estimo que 70% das gestações sejam de mulheres acima de 35 anos”, afirma a ginecologista Rosa Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo.

O número é similar em clínicas de reprodução assistida, onde quase 70% das pacientes ultrapassam os 35 anos. “Antigamente, essa idade era um tabu, mas hoje consideramos os 40 como um limite”, diz Rosa. Mesmo que o salário da babá ou a mensalidade da escolinha não estejam entre suas preocupações atuais, você precisa começar a pensar no assunto se um dia quiser se tornar mãe – ainda que isso seja daqui um bom tempo.

Novos treinos de pilates

Como cuidar da fertilidade hoje para ser mãe no futuro

Novo treino de pilates: uma série sem descanso para tonificar os músculos
Foto: Reprodução / Revista WOMEN’S HEALTH

Uma versão modificada da modalidade que alonga e tonifica produz um resultado de cair o queixo: um corpo mais magro e forte. O problema é que você não conquistará o físico sonhado se frequentar a aula de pilates apenas uma vez por semana. “A sessão de pilates mediana tonifica os músculos e melhora a postura, mas provavelmente não gera significativa perda de peso ou mudança no corpo, sobretudo se a aluna não se submeter a uma dieta paralelamente”, afirma a instrutora de pilates Kit Rich.

Kit, ainda, divide o seu treino com as leitoras da edição 35 da WOMEN’S HEALTH. Você não pode deixar de conferir!

Perca a barriga

Como cuidar da fertilidade hoje para ser mãe no futuro

Mudanças simples na alimentação ajudam você a  perder a barriguinha
Foto: Reprodução / Revista WOMEN’S HEALTH

A barriguinha é um de nossos inimigos mais persistentes, daqueles que não jogam a toalha facilmente. O que pouca gente sabe é que com a dieta correta é possível começar a desinchar em 24 horas. Com dicas de alimentação e o cardápio montado pela nutricionista Vanessa Franzen Leite, especialista em nutrição clínica, você vai eliminá-la.

Veja abaixo algumas dicas não deixe de conferir a publicação do mês para conhecer o cardápio

· Passe longe de alimentos ricos em carboidratos refinados, que estimulam o acúmulo de gordura corporal, principalmente a abdominal

· Inclua em seu cardápio alimentos diuréticos; fibras, que diminuem a absorção de gordura; proteínas magras; e alimentos termogênicos (pimenta, canela, mostarda e gengibre), que aceleram o metabolismo.

· Nada de pressa na hora do almoço! Mastigue bem os alimentos

· Outro causador da indesejada barriguinha é o mal funcionamento do intestino. Para deixá-lo em ordem, consuma alimentos ricos em fibras, como frutas, saladas e sementes, e também os prebióticos e probióticos.