Como evitar discussões durante viagens em grupos

Férias com amigos? Saiba como garantir a harmonia e a boa convivência entre todos e curtir o passeio!

Está organizando uma viagem em grupo e já teme as discussões que podem surgir aqui e ali? Afinal de contas, a situação é até corriqueira – sabemos que não é tarefa fácil a convivência harmônica entre pessoas tão diferentes. Se você se identificou com o problema, siga os conselhos da psicóloga clínica Ana Cláudia Vanzelli, que alerta:

O preço de uma briga pode sair bem mais caro que pensamos

Não se sinta culpada: briguinhas não são raridade nessas viagens – bem ao contrário, são uma situação típica das férias, quando o passeio em grupo sai mais barato e torna-se bastante frequente. “Apesar de lidarmos com pessoas de quem gostamos, quando precisamos encarar as diferenças, sempre existirá algum desconforto ou julgamento por parte dos outros”, comenta.

Tanto que, às vezes, as pessoas são julgadas como “chatas” justamente por falar o que pensam. “Nesse caso, procure lembrar que é preciso escolher a melhor hora e a forma para falar – e existem duas: a boa e a ruim, a com tato e a com ignorância”, frisa. Segundo ela, em uma discussão, vale explicar seus motivos, com moderação, e ouvir o que os outros têm a dizer, pois no mesmo ambiente pode haver pessoas buscando o mesmo que você.

Nunca, jamais deixe que briguinhas por lavagem de louça ou por um lugar sob o guarda-sol estraguem suas férias – e a dos outros também. “A negociação é a base de um diálogo saudável, onde existe o falar e o escutar”, ressalta Ana Cláudia.