Cuide bem do seu velhinho

Carinho e atenção são fundamentais para garantir ao seu bichinho de estimação uma velhice tranqüila ao seu lado

O focinho branco e a carinha de cansaço 
não enganam: este cãozinho é um vovô!
Foto: Dreamstime

De repente, você se toca de que seu gatinho anda mais preguiçoso, ou que seu cachorro se cansa muito rápido com as brincadeiras. 

Aquela festa que ele fazia quando você chegava em casa foi substituída por um leve abanar de rabo ou horas de sono. O diagnóstico é simples: seu bicho está ficando velhinho.

“A velhice dos animais começa em diferentes idades para cada raça de cão e gato”, alerta a veterinária Valéria Pires Correa, de São Paulo.

Veja o que você deve mudar para que seu animalzinho de estimação tenha uma velhice saudável, tranqüila, e repleta de carinho.

Entenda os sinais da idade
Cães grandes entram na terceira idade aos 6 anos e, os menores, por volta dos 8. Gatos castrados, criados dentro de casa, envelhecem a partir dos 8 anos. Já os que ficam na rua vivem menos porque pegam mais doenças.

Escolha uma ração especial
Compre uma ração para animais idosos, que contenha fibras e vitaminas. O mercado tem opções bem acessíveis.

Fique atenta às mudanças
Como acontece com a gente, a visão e a audição do bicho pioram com a idade. Chame-o mais alto, evite mudar os móveis de lugar e, se tiver piso frio na casa, coloque um tapete antiderrapante. Assim, ele não forçará os ossos.

Vá mais ao veterinário
Mesmo que esteja tudo bem com seu bichinho, leve-o ao veterinário duas vezes ao ano. Essa prevenção é fundamental para manter bem longe os maiores inimigos dos velhinhos: gengivite, câncer, insuficiência renal e cardíaca, artrite, diabetes e catarata.

Mantenha a rotina
Se o animal está acostumado a passear e brincar, siga com essas atividades, mas diminua o percurso e caminhe sem pressa. Se quiser brincar, jogue a bolinha mais perto e menos vezes. Ao escovar o pêlo dele, fique de olho em caroços (nódulos) na pele.

Capriche no conforto
É normal: seu animalzinho de estimação ficará mais tempo deitado. Por isso, mantenha a caminha dele em um lugar quente e garanta que ela esteja bem fofinha. Se perceber que ele se abaixa com dificuldade, deixe as vasilhas de água e comida um pouco mais altas.

Tenha paciência
Respeite o novo ritmo do seu bicho e seja paciente com os erros dele. Carinho é tudo para uma aposentadoria feliz.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s