Minha cachorra ganhou uma festa de aniversário

A Ashley Cristina teve direito a bolo, parabéns, convidados e presentes!

Minha cachorra ganhou uma festa de aniversário

Olha só o clima da festinha que eu organizei para a Ashley. Os convidados também amaram!
Foto: arquivo pessoal

Para mim, a minha daschund, Ashley Cristina, é mais importante do que muita gente da família. É minha filha! Foi por isso que resolvi fazer uma festinha de aniversário para a Ashley!

Ela completou 1 aninho em 12 de maio, mas a comemoração foi no domingo anterior, dia 10, na casa da minha sogra. Foram uns 15 convidados, entre eles a vira-lata Tigresa, a daschund Susy e o pinscher Xaveco, amigos inseparáveis dela.

Fiz um bolo para a Ashley com o filezinho concentrado que ela adora. De enfeite, pus vários floquinhos de ração. Em cima, coloquei uma velinha de 1 ano rosa, já que a Ashley é uma menina. Para os donos dos cães que compareceram, fiz uma sobremesa de morango e servi refrigerante!

Quem apagou a velinha fui eu

Não escolhi um tema para a festa, mas não abri mão de comprar um chapeuzinho para pôr na Ashley. É lógico que durou poucos segundos na cabecinha dela! Foi só o tempo de tirarmos uma foto pra registrar esse momento especial! Ela ficou linda!

Cantamos parabéns para a minha filhinha, e aí eu apaguei a velinha. É que eu fiquei com medo de ela se queimar… Sem falar que a Ashley Cristina só queria saber de comer o bolo. Ficou maluca quando viu o pratinho dela com tanta comida!

No fim da festa, ela não voltou para casa com as patas vazias, pois ganhou presentes dos nossos amigos, como um perfume para cachorro, um sachê de filé e um ossinho suíno.

Como a comemoração foi um sucesso, já estou pensando no aniversário do ano que vem. Quero fazer com um tema, talvez da Turma do Chaves. Mas a festa será em Portugal, já que eu e a minha companheira, a Fernanda, vamos nos mudar para lá em abril.

Ela é minha companheira!

Trato a Ashley Cristina de Oliveira Gramata como gente. Dá para perceber, né? Ela tem nome e sobrenome!

Como uma mãe, quando chego em casa, mesmo depois de um dia exaustivo, fico meia hora brincando com a Ashley.

Tenho dó de ela passar o dia sozinha… Somos tão ligadas que não me importo em dividir a sobremesa com ela. A Ashley curte também ficar deitada comigo, vendo televisão, e reclama, latindo, quando não faço carinho nela.

Todas as manhãs, ela me dá o ”bom dia” mais alegre do mundo! Mesmo que eu acorde com o pé esquerdo, é impossível ficar de cara feia depois das gracinhas dela!

A Ashley Cristina é tudo para mim, é minha companheira de vida!