O que a internet pode trazer de bom a seus filhos?

A rede virtual não é o bicho-papão que tanto se diz por aí. Se for bem usada, ela é uma fonte de conhecimento e diversão ótima para a molecada

Na rede também é preciso estar ao lado da criança, orientando e protegendo
Foto: Getty Images

 

Quando o assunto é a internet, os pais só ouvem falar em riscos, perigos, pedofilia. Não é bem assim. A rede virtual também tem seu lado bom. Claro que é preciso ter cuidado para proteger os filhos. Mas, se for bem orientado, seu uso traz ganhos. Para Rodrigo Nejm, psicólogo e diretor da Safernet no Brasil, a internet oferece boas oportunidades para crianças e adolescentes. “Mas é como um parque de diversões”, observa Nejm.

“Você deixaria sua criança sozinha num parque imenso? Na rede também é preciso estar ao lado dela, orientando e protegendo, mas estimulando sua diversão e desenvolvimento.” Conheça, portanto, o que a internet pode trazer de bom a seu filho.

Até 5 anos

· As crianças ganham rapidez de raciocínio, principalmente com os joguinhos.

· Melhora na capacidade de aprendizado.

· Agilidade.

· Coordenação motora.

· As crianças podem aprender mais rápido os números e as letras.

De 6 a 10 anos

· Aproximação maior com os pais, desde que estejam ao seu lado na hora de fazer pesquisas.

· Reforço dos laços de afeto com parentes ou amigos distantes por meio das redes sociais.

· Estímulo a relacionamentos afetivos e sociais, por ser mais fácil para fazer amizades.

A partir dos 10 anos

· Criar responsabilidade por seus atos, afinal, o que ele diz hoje na internet ficará lá para sempre.

· Redução da timidez. É mais fácil fazer amigos virtualmente e se comunicar com colegas de escola. O que não pode é fazer só esse tipo de contato, mas equilibrá-lo com as vivências reais.

Na adolescência

· Aprender a respeitar as diferenças.

· Fortalecer as relações sociais ou profissionais.

· Obter informação para fazer escolhas (como procurar uma profissão, fazer cursos e até amigos).

· Ter vida cultural, como visitar museus on-line ou fazer grandes pesquisas.