Quando o latido pode ser um sinal de problema

É normal os cachorros demonstrarem sua alegria ou interagirem durante as brincadeiras latindo, mas se for mais do que o normal é bom ficar de olho

Ficar longe dos donos pode ser uma verdadeira tortura para os cachorros. Alguns acabam latindo mais, chorando, parando de comer ou destruindo objetos por isso. “O ideal é ter alguém presente no dia a dia do animal, mas se não for possível ele terá que se acostumar a ficar sozinho”, explica Roberto dos Santos Teixeira, veterinário da Univet.

Como ajudar

  • Tenha uma rotina bem estabelecida. Imagine que toda vez que escurece, seu cachorro vê você entrando pela porta. No dia em que escurecer e você não chegar, ele ficará muito mais agitado.
  • Não faça drama para se despedir nem festa quando chegar. Longas despedidas podem deixar o cão inseguro e piorar seu sofrimento. Espere até o cão se acalmar para dar atenção a ele quando chegar.
  • Quando sair, deixe um rádio ligado. Isso pode diminuir a sensação de solidão.

De olho no movimento

Passou um carro, um cachorro, uma pessoa… Ele late! Fazer isso de vez em quando é natural, mas latir o dia inteiro pode ser sinônimo de estresse ou problemas de saúde.

Como ajudar

  • Não estimule esse comportamento. Faça com que o cão associe o latido a uma coisa ruim. Logo que ele começar com o barulho, chacoalhe uma lata de moedas. Repita quando ele começar a latir novamente.
  • Latidos podem ser reclamações. Certifique-se de que o animal está bem acomodado: espaços pequenos demais, fome ou frio podem irritá-lo.
  • Se o problema persistir, visite um veterinário. Ele pode estar doente ou sentindo dores.

Brinca comigo?

Muitos cachorros latem porque têm poucas atividades na rotina. Algumas raças precisam de agitação no dia a dia. Se os donos são muito ausentes, eles ficam mal.

Como ajudar

  • Mantenha o cachorro ocupado quando você não está em casa. Providencie brinquedos apropriados para cães e deixe-os sempre ao alcance do animal.
  • Tente passear com ele mais de uma vez por dia. Peça ajuda a um parente ou pague alguém para fazer isso.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s