Que tal um peixinho de estimação?

Ter um aquário é uma forma de fazer as crianças conviverem com um animalzinho. Como é fácil de cuidar, elas vão aprendendo a ter responsabilidade

 

Conviver com animais ensina a criança a respeitar o outro
Foto: Getty Images

Assim que ouve o pedido “mãe, me dá um bichinho?”, você fica toda arrepiada só de pensar na rotina de ter de recolher o cocô no quintal? Pois saiba que conviver com um animal ajuda no desenvolvimento das crianças. Mas quem não quer mudança demais na rotina doméstica pode pensar em arrumar um peixinho. O aquário é prático, econômico, alivia o estresse e ainda decora o ambiente.

A seguir, damos as melhores dicas para cuidar bem deles.

Materiais necessários

1 recipiente: deve ser de vidro.

1 termostato: o objeto regula a temperatura da água.

1 filtro: faz com que a água fique sempre em circulação.

1 anticloro: tira o cloro e protege as escamas.

1 lâmpada para a iluminação: serve para simular o dia e a noite.

Como manter o aquário

Higiene: é necessário fazer a limpeza ao menos uma vez por semana. Divida mentalmente o aquário em quatro partes e tire uma dessas partes (um quarto) da água. Em seguida, coloque a mesma quantidade de água, filtrada e já com anticloro. Repita a operação três vezes, até renovar todo o conteúdo do aquário.

Luz: a iluminação deve ser a mais natural possível. Coloque-a na parte superior do aquário e deixe ligada por até 8 horas.

Refeições: a ração do peixinho, que deve ser específica para cada espécie, deve ser dada duas vezes por dia – de manhã e à noite. Não exagere na quantidade.

Peixe betta, o ideal

Essa espécie é diferente de todas as outras. “Eles respiram na superfície, não aceitam companheiros, comem menos e são mais resistentes à água fria”, explica Esteves. Então, se a sua rotina estiver cheia de compromissos, esse é o animal ideal para a sua casa.

Para o peixe se adaptar ao novo lar

Pesquise bem antes sobre a espécie que deseja comprar. Estude quais são suas principais características, necessidades e seus hábitos alimentares. “Monte o aquário antes de colocar os peixes. Encha-o com água, coloque o filtro para funcionar e deixe uma semana sem o futuro morador. Dessa forma, o ambiente fica adequado para o animal viver”, orienta Marcelo Esteves, biólogo da loja EcoMarine.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s