Ração ou comida caseira: qual a melhor para seu bicho?

Saiba qual é a forma mais saudável de alimentar seu gato ou cachorro

Ração ou comida caseira: qual a melhor para seu bicho?

Não misture ração e comida, isso pode causar problemas nas gengivas do seu animal
Foto: Getty Images

Se você prefere comida caseira

Feita com carinho e alimentos naturais, ela costuma ser bem econômica

. Por que é boa
É barata, natural e você controla o que coloca na receita. Além disso, deixa a pelagem forte e brilhante.

. O que tem de ruim?
Fazê-la é mais uma tarefa.

. Palavra do veterinário
”Prepare a comida com arroz, legumes e carne magra. Dá até para usar frutas”, diz o veterinário Clóvis Petroni Junior.

. Como preparar?
Seguindo à risca a receitinha que o veterinário ensina:

Ingredientes
. 500 g de patinho ou coxão mole em pedaços pequenos
. 200 g de arroz cozido (branco ou integral) sem sal nem cebola
. 300 g de cenoura, chuchu e vagem cortados em cubinhos

Modo de preparo
Refogue tudo na panela – se preferir, adicione uma pitadinha de sal. Sirva morno ou em temperatura ambiente. Se você tiver gato, troque a carne por peixe uma vez por semana. Animais de até 1 ano devem fazer de três a quatro refeições diárias. Acima dessa idade, diminua a oferta de comida para duas refeições por dia.

. Dicas espertas
Calcule a quantidade de comida por dia medindo o tamanho do crânio do bicho. Aí, divida as porções de acordo com a idade do pet. Doces, massas, frituras, alimentos gordurosos e produtos industrializados continuam proibidos!

Se você prefere ração

Prática, tem as quantidades certas dos nutrientes que o animal precisa

. Por que é boa
Diminui os riscos de obesidade, protege contra doenças de pele, evita problemas nos ossos, estômago e intestino.

. O que tem de ruim?
Pode custar caro e costuma ser servida fria…

. Palavra do veterinário
”Uma ração balanceada deve ter níveis de proteínas, carboidratos, fibras, gorduras e sais minerais bem equilibrados”, sugere a veterinária Gislaine Matos.

. Como escolher?
Se possível, tente adequar o tipo de ração às características do cachorro, como idade, tamanho e pelagem. Um cão grande não tem as mesmas necessidades de um pequeno.

. Dicas espertas
Não misture ração e comida, isso pode causar problemas nas gengivas. E siga as orientações do veterinário para não exagerar na quantidade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s