S.O.S. casamento

Conheça as atitudes que destróem seu casamento, como dar a volta por cima e ser feliz novamente com o marido

Se tiverem filhos, estabeleçam uma rotina para eles dormirem cedo. Assim vocês têm tempo de curtir momentos a sós
Foto: Getty Images

A maioria das mulheres acaba se acomodando com o jeito do parceiro em nome do amor e do casamento. O senso comum é aceitar que o relacionamento caminhe com problemas, porque se acredita que um casamento real está longe de ser um romance de cinema. E isso, sem dúvida alguma, ajuda a união a sobreviver, mesmo que ambos não estejam felizes. Mas se manter cega para certos problemas como a falta do sexo ou de comunicação não é saudável.

A boa notícia é que ninguém precisa pedir o divórcio para buscar a felicidade. Você pode achar uma situação conciliadora. É só estar disposta a dar o primeiro passo. Veja a seguir!

 

Salve seu casamento: como contornar problemas de casados

1. Falta de tempo para namorar

O problema
A mulher costuma suspeitar que o homem tem uma amante se ele demora a chegar em casa ou quando vive sem tempo para o relacionamento. ”Mas na maioria das vezes eles estão apenas fugindo da realidade, como uma situação financeira apertada”, explica Margareth Bueno, psicanalista do Rio de Janeiro.

Dicas
. Quando seu marido chegar do trabalho dê uns 15 minutos para ele relaxar antes de engatar no papo. Depois pergunte se foi tudo bem no trabalho e se está tudo bem com ele.

. Espere que conte as coisas que ocorreram com ele. Evite a pressão.

. Se tiver filhos estabeleça uma rotina na casa para que eles se acostumem a dormir cedo. Depois que as crianças estiverem dormindo aproveite para curtir alguns momentos a sós.

Eu passei por isso
”Quando tínhamos nove anos de casados a relação quase chegou ao fim por falta de tempo para namorar e dificuldades financeiras. Associo isso à imaturidade emocional de nós dois. Vivemos às turras por meses. E quando a situação estava insustentável decidi procurar ajuda de uma terapeuta familiar. Confesso que a terapia não ajudou muito, mas me fez enxergar que alguém precisava dar o primeiro passo. A preocupação com nossos filhos (temos três) foi um grande incentivo. Fui atrás de autoconhecimento e meu marido também percebeu que precisava mudar sua forma de agir. Foi uma busca mútua. Acabamos descobrindo que um é o melhor companheiro para o outro.” – Maria Elisa Galvão Menezes, 49 anos, consultora de empresas, casada há 25 anos.

2. Saudade da vida de solteiro

O problema
Muitos homens, em certo momento do casamento, se questionam se não seriam mais felizes vivendo com liberdade. A mulher, por sua vez, acaba pensando que a culpa desse afastamento é dela. No entanto, é só dar um tempo para que ele reflita sobre o amor que estará perdendo.

Dicas
. Procure não sufocá-lo se perceber que ele está tentando obter mais liberdade.

. Aproveite esse ”tempo” para fazer coisas por você, como sair mais com as amigas e até se inscrever em algum curso.

. Quando estiverem juntos, procure tornar o momento agradável e não cheio de discussão.

Eu passei por isso:
”Com 10 anos de casada eu estava muito focada na profissão e acabei deixando meu marido no Brasil para viver um ano nos Estados Unidos e realizar um doutorado. Na volta, percebi que as coisas mudaram e ele parecia que tinha se acostumado com a vida de solteiro. A relação foi ficando insustentável e acabamos nos separando. Ele passou nove meses fora de casa. Eu sofri demais e me sentia muito arrependida por achar que a minha ausência tinha causado essa separação. Tentei reconquistá-lo, mas parecia impossível. Até que ele mesmo percebeu a falta que sentia de mim e dos filhos. Voltamos a namorar e cultivar a companhia um do outro. Hoje, percebemos que uma relação sólida se faz com o cuidado que cada um tem com o outro.” – Eliane Schochat, 47 anos, fonoaudióloga, casada há 19 anos.

3. Monotonia perigosa

O problema
Homens não gostam de falar e as mulheres falam demais. Isso é fato! ”Mas muitos problemas de casamento nascem porque a esposa não sabe escutar o marido e não o deixa se expressar livremente”, explica a psicanalista Margareth Bueno.

Dicas
. Entre uma conversa e outra, aprenda a curtir o silêncio. E aproveite essas brechas na conversa para surpreendê-lo com um beijo.

. Em vez de ficar reclamando da vida e da relação procure contar coisas engraçadas que aconteceram durante o dia para relaxar e criar um clima amigo antes de conversar sobre algo sério.

. Antes de convidá-lo para namorar prepare um jantar romântico no meio da semana e deixe os filhos na casa dos avós.

Eu passei por isso:
”Por volta dos 10 anos de casamento a relação caiu na monotonia e ficou muito chata. Eu e o meu marido não sentíamos mais empolgação pela vida a dois. Nós trabalhávamos demais, quase não havia mais diálogo na relação e fomos perdendo a paciência um com o outro. Ficamos oito meses separados e esse tempo serviu para perceber que precisávamos resgatar o amor. Voltamos a conversar e passamos a ceder mais. Houve grandes mudanças na rotina: passamos a namorar mais, nossa dedicação mútua aumentou… Aliás, isso foi fundamental! Também passamos a um escutar mais o outro. Deu certo! Estamos felizes e muito unidos.” – Marise Moreira Monteiro Bocchi,45 anos, professora, casada há 20 anos.