Saiba tudo sobre roedores de estimação

Coelhos, hamsters, chinchila, porquinho-da-índia... Eles são espertos, fofos, companheiros e, assim como outros animais, também precisam de cuidados especiais. Conheça melhor as necessidades deles

Os pequeninos peludos são excelentes amigos para a família. Para quem prefere um bichinho diferente e que seja tão carinhoso quanto cães e gatos, os roedores são uma aposta certeira. Mas como todo animal, eles precisam de cuidados específicos. O veterinário da clínica Zoomedical, André Sena Maia, explica como tratar seu pet, confira:

Acomodação

Caixas de vidro não são recomendadas, pois dificultam a circulação do ar. Procure colocar seu companheiro de estimação em uma gaiola espaçosa com grades fininhas. Antes de comprar, verifique se a parte de baixo da gaiola tem um forro de plástico onde o pequeno poderá fazer suas necessidades. Ou coloque um vasilhame pequeno com areia na parte de dentro: ele o usará como banheiro e isso facilitará o seu serviço na hora de limpar o espaço.

Alimentação

Sabe aquela imagem do ratinho de desenho animado se deliciando com um queijo? Pode esquecer! Esse alimento é gorduroso e contribui para o aumento de peso. Prefira rações específicas para a raça do seu roedor. Na falta delas, dê a ele pequenas porções de ração para cão. Também ofereça verduras cruas, como couve e agrião, e raízes, como cenoura e beterraba. Evite dar mistura de grãos, como amendoim e girassol, pois elas também são muito calóricas.

Banho

O rato branco pode tomar banho com água morna e xampu neutro. Depois, seque-o com uma toalha. Faça isso em manhãs quentes para ele terminar de secar durante o dia. Deixe que os outros roedores, como hamsters, camundongos e esquilos-da-mongólia, façam sua higiene sozinhos. Coloque um punhado de areia na gaiola, em um recipiente, e o atrito ao brincar ali o deixará limpo. Nunca use talco: ele pode inalar e ter infecção pulmonar.

Outros cuidados:

  • Nunca segure um esquilo-da-mongólia pela cauda. Ela pode se desprender! Imagine que aflição!
  • Se pretender ter mais de um hamster, adote os dois ainda pequenos e deixe que eles cresçam convivendo no mesmo espaço. Caso contrário, poderão se estranhar e brigar feio. Procure ter dois machos ou duas fêmeas para que eles não procriem.
  • O rato branco é limpinho e não gosta de conviver com o cheiro do próprio xixi. Limpe o fundo da gaiola de dois em dois dias, pois o cheiro pode causar até mesmo uma infecção pulmonar no pequeno.
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s